Unânime

Comentar
Compartilhar
27 JUN 2017Por Da Reportagem00h00

Além de jornalista, Ramos Júnior também tinha formação acadêmica em Direito e chegou a desempenhar atividades nesse ramo, no Município. Ele faleceu em 05 de março de 2015, deixando um legado de ética e profissionalismo, que até hoje serve de referência a todos que o conheceram. Daí o motivo da homenagem, que foi aprovada pela unanimidade dos vereadores.