Prefeita reivindica ao governador área para novo PS de Vicente de Carvalho e reforço na segurança

Prefeita quer agilidade nos trâmites que liberam terreno do Estado para construção da nova UPA de Vicente de Carvalho e mais 150 policiais militares para a Cidade

Comentar
Compartilhar
31 JAN 201412h44

A prefeita de Guarujá, Maria Antonieta de Brito esteve nesta quarta-feira (29), com o governador do Estado, Geraldo Alckmin em encontro organizado pela Associação Paulista de Municípios (APM), no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo. Na oportunidade, a chefe do Executivo guaruajense levou ao governador o convite para participar do 58º Congresso da entidade – que será realizado em março, em Campos do Jordão.

No encontro, a prefeita Antonieta entregou pessoalmente ao governador Alckmin dois ofícios. No primeiro, a prefeita solicita intervenção do governador para viabilização e adequação de um decreto estadual, a fim de dar início às obras da unidade de saúde, que atenderá a população de Vicente de Carvalho.

Neste ofício, a prefeita esclarece que a área a ser concedida é de titularidade do Estado de São Paulo – situada na Avenida Santos Dumont com a Rua Independência. “O atual PS de Vicente de Carvalho está em situação precária e não podemos deixar a população desamparada e sem atendimento adequado”, justificou Antonieta ao fazer o pedido.

Antonieta entregou pessoalmente ao governador Alckmin dois ofícios (Foto: Divulgação/PMG)

Em outro ofício, a prefeita pede o aumento do efetivo de policiais militares que atuam em Guarujá. “A Cidade precisa de mais 150 homens, pois os 300 que temos também atuam em Cubatão, Bertioga, além de Monte Cabrão e Caruara, que pertencem a Santos”, explicou.

Na justificativa, a prefeita esclarece também, que cada vez mais turistas vêm à Cidade – mesmo fora da temporada de verão e o Município deve receber uma seleção estrangeira durante a Copa do Mundo. Além disso, a rede hoteleira deve recepcionar comitivas das seleções do México e Costa Rica, que farão seus treinos na cidade vizinha de Santos.

Precatórios – Como vice-presidente para Assuntos de Finanças Públicas da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) e membro da Associação Paulista de Prefeitos, Antonieta solicitou ao governador Geraldo Alckmin que assuma a liderança no Estado de São Paulo, em defesa dos municípios paulistas, por conta das dívidas com precatórios. “Sua liderança e seu engajamento junto ao Supremo Tribunal (STF) e ao Tribunal de Justiça (TJ) são fundamentais para os municípios que são seus parceiros”, declarou a prefeita.

O governador prontamente assumiu este compromisso e lembrou que após o Supremo ter declarado inconstitucional a emenda 62, que regulava o índice a ser pago, torna absurdo os valores dos precatórios.

“Com a queda da emenda, o Estado que devia R$ 16 passou a dever R$ 23 bi. Tenho defendido outra emenda, com uma modulação com prazo maior, pois é impossível governar sem saber a receita”, disse o governador, se referindo aos seqüestros nos cofres públicos e aumento nos índices de pagamentos de precatórios, de acordo com a decisão do Tribunal de Justiça.