Bertioga

Comentar
Compartilhar
05 JAN 2018Por Da Reportagem00h00

Além do veto do possível aumento do IPTU, a Câmara de Bertioga cortou todas as autorizações legislativas para o prefeito Caio Matheus (PSDB) fazer remanejamentos no orçamento em 2018. Com esse movimento político, os vereadores tornaram o prefeito praticamente ‘refém’ do legislativo. Há informações que outras ‘armadilhas’ foram colocadas no orçamento pelos parlamentares, que causaram dificuldades ao governo.