Abu Dhabi

A uma hora de carro de Dubai vale a pena conhecer e admirar

Comentar
Compartilhar
17 JUN 201413h04

É a cidade mais rica dos Emirados, a que contém mais reminiscências árabes e a que gere os destinos do país. A "águia do Deserto", como é chamada pelos seus habitantes, guarda surpresas muito menos cenográficas que os arranha-céus e aquários do emirado vizinho, e oferece aos turistas uma visão menos ocidental do mundo muçulmano nesta parte do mundo.

Os encantos desse lugar cada vez mais ocidentalizado e ultramoderno no Golfo Pérsico estão além se seus imensos e novíssimos edifícios. Por detrás desse universo espelhado erguem-se dunas de areia que escondem oásis perdidos no meio do deserto por onde passeiam calmamente uma imensidão de camelos e alguns "locais", forma como são denominados pelos imigrantes os naturais deste país criado por Bin Sayed em 1971.

No meio dessas ondulações que se espalham por todo o país numa diversidade indefinível de cores - do amarelo ao vermelho - está a capital Abu Dhabi, uma cidade planejada e construída como as grandes cidades norteamericanas, com ruas e avenidas simétricas que formam quarteirões perfeitos e tornam muito simples a circulação por elas.

Vista área do Parque da Ferrari a visita é obrigatória e vale a pena (Foto: Divulgação)

As avenidas, além de nomes em árabe, possuem numeração ocidental, o que torna simples saber que as paralelas a Corniche St. são as avenidas pares e as que estão em forma perpendicular são ímpares.

Abu Dhabi tem aparecido na mídia nos últimos anos como sede de eventos mundiais e se tornando assim mais conhecida, o que vem atraindo parte dos turistas que antes tinham Dubai como destino único no país. Em 2009, por exemplo, a cidade abrigou a última etapa do mundial de Fórmula 1 e também o Campeonato Mundial de Clubes da Fifa no monumental estádio do Al Jazeera.


Uma das edificações da grande cidade (Foto: Liberado Júnior/DL)