10 dias

Comentar
Compartilhar
30 NOV 2017Por Da Reportagem00h03

A Contraponto obteve a informação que dezenas de pessoas deverão lotar o plenário da Câmara de Cubatão, nas próximas sessões legislativas, para protestar contra a aprovação, em primeira discussão, do projeto de emenda à lei orgânica do Município, de autoria do prefeito Ademário Silva (PSDB), que permite a cobrança da taxa de iluminação pública no Município. A segunda votação vai ocorrer em 10 dias, conforme informou a assessoria da Casa. Vale lembrar que a proposta já havia sido rejeitada duas vezes no plenário da Casa, inclusive quando Ademário era vereador. Ele votou a favor do projeto em 2016 e contra em 2014.