EX-PILOTO

Fittipaldi será candidato na Itália por partido de extrema-direita

Ex-piloto ítalo-brasileiro vai disputar uma vaga ao Senado pelo partido Fratelli d'Italia, sigla considerado de extrema-direita

Bruno Hoffmann

Publicado em 15/08/2022 às 15:20

Atualizado em 15/08/2022 às 15:32

Compartilhe:

Emerson Fittipaldi / Reprodução

O ex-piloto Emerson Fittipaldi, nascido em São Paulo mas com origens italianas, vai ser candidato ao Senado nas eleições da Itália, em setembro. Ele vai disputar pelo partido Fratelli d’Italia, sigla considerado de extrema-direita.

A líder do Fratelli d’Italia é nacionalista Giorgia Meloni, que tem possibilidades concretas de se tornar primeira-ministra após as eleições de 25 de setembro. Fittipaldi também diz contar com o apoio do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Em sua corrida pelo Senado, terá entre os adversários outro ítalo-brasileiro: o ex-ministro e ex-embaixador Andrea Matarazzo, que concorrerá pelo Partido Socialista Italiano (PSI). 

Entre as propostas de Fittipaldi está a defesa ao Direito de Sangue da cidadania italiana, a integração aos ítalos descendentes do Brasil e América do Sul pelo esporte e a imediata admissibilidade de atletas oriundi (sem limite de barreiras) nas ligas esportivas, agilizando o processo de reconhecimento da cidadania italiana.

O ex-automobilista foi bicampeão da Fórmula 1 em 1972 e 1974, campeão da Fórmula Indy em 1989 e bicampeão das 500 milhas de Indianápolis em 1989 e 1993.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Veja quais foram os bairros com mais roubos de celular em Praia Grande; confira

Dados foram coletados pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo

Cotidiano

Free Flow registra mil motoristas irregulares por dia; sistema atende Litoral de SP

Pesquisa foi feita em uma região que já opera com o novo modelo de pedágio

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter