X

CRIME

Não era pó de arroz! Receita apreende cocaína entre maquiagens em mala

No interior dos recipientes, foi encontrada grande quantidade de substância branca em pó, que testou positivo para cloridrato de cocaína

Da Reportagem

Publicado em 07/02/2023 às 22:40

Atualizado em 07/02/2023 às 23:42

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Carga apreendida estava com passageiro em aeroporto / RECEITA FEDERAL

A Receita Federal apreendeu, nos últimos dias, 45 kg de cocaína no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos. A droga estava nas bagagens despachadas de dois passageiros e atada ao corpo de uma terceira.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

A primeira apreensão ocorreu na sexta-feira, 3 de fevereiro, quando um passageiro foi impedido de sair do Brasil devido a pendências na Justiça por tráfico de drogas. O passageiro iria para a Nigéria com escala em Adis Abeba, Etiópia. Suas malas despachadas foram retiradas do voo para passarem por vistoria da Receita Federal.

Todas as três malas continham estojos de maquiagem, cosméticos em spray e perfumes no formato de charutos. No interior dos recipientes, foi encontrada grande quantidade de substância branca em pó, que testou positivo para cloridrato de cocaína. O peso total da droga somou 14 kg.

O passageiro foi procurado no saguão do aeroporto, mas não foi encontrado. A Polícia Federal solicitou sua prisão preventiva.

SEGUNDO VOO.
Na madrugada de domingo, 5 de fevereiro, foram realizadas mais duas apreensões em outro voo com destino a Adis Abeba.

Uma passageira foi abordada pela equipe de fiscalização da Receita Federal quando tentava embarcar na aeronave. Conduzida até a área de inspeção da Receita Federal, constatou-se que ela tinha atados a seu corpo pacotes de cocaína, totalizando 6,88 kg.

Já durante a fiscalização das bagagens despachadas do mesmo voo, foram encontrados mais 24,8 kg de cocaína. O material orgânico suspeito foi detectado na inspeção por scanner de raios X e a suspeita foi confirmada pela indicação assertiva do cão de faro Aduana.

A passageira que havia despachado as malas foi abordada logo após o portão de embarque e encaminhada à área de inspeção de bagagem da Receita Federal, onde reconheceu suas malas. A droga foi localizada nos fundos falsos das malas.

As duas passageiras foram levadas para a Delegacia da Polícia Federal do aeroporto.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

ATENÇÃO

Nova fase das obras do VLT alteram trânsito de Santos; veja pontos

Obras tem a previsão de terminar no dia 30 de julho

INVESTIGAÇÃO

Caminhoneiro é sequestrado e mantido refém após descarregar carga no Porto de Santos

Homem de 42 anos disse à Polícia Civil que um dos criminosos estava armado; caso é investigado e criminosos são procurados

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter