Mundo

Vídeo: míssil russo atinge shopping na Ucrânia, diz Zelenski; há ao menos 2 mortos

Em uma mensagem no Telegram, o presidente disse que mais de 1.000 pessoas estavam no centro comercial no momento do ataque

Folhapress

Publicado em 27/06/2022 às 13:22

Atualizado em 27/06/2022 às 14:36

Compartilhe:

Míssil russo atinge shopping na Ucrânia, diz Zelenski; há ao menos 2 mortos / Foto: Reprodução

Um ataque com mísseis da Rússia atingiu um shopping lotado na cidade central de Kremenchuk, na Ucrânia, nesta segunda-feira (27), disse o presidente ucraniano, Volodimir Zelenski.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Em uma mensagem no Telegram, o presidente disse que mais de 1.000 pessoas estavam no centro comercial no momento do ataque. Ele não deu detalhes sobre as mortes, mas disse que "é impossível sequer imaginar o número de vítimas". "É inútil esperar da Rússia a decência e a humanidade", escreveu.

Segundo Kyrylo Tymochenko, chefe-adjunto da administração presidencial ucraniana, ao menos duas pessoas morreram e 20 outras ficaram feridas, incluindo nove gravemente. "As operações de resgate continuam", afirmou Tymochenko também no Telegram.

Pelas redes sociais, o Estado-Maior das Forças Armadas da Ucrânia compartilhou o relato de Zelenski com um vídeo do shopping em chamas e uma densa fumaça escura saindo do local. "Os ocupantes dispararam foguetes contra o shopping, onde havia mais de mil civis. O shopping está pegando fogo, os socorristas estão combatendo o fogo, o número de vítimas é impossível de imaginar", diz a publicação.

O Kremlin ainda não se posicionou sobre as acusações feitas pela Ucrânia.

O governador regional, Dmytro Lunin, condenou o ataque, o classificando como um "crime de guerra" e um "crime contra a humanidade". Para Lunin os disparos também foram um "ato de terror não dissimulado e cínico contra a população civil".

Kremenchuk, uma cidade industrial de 217.000 habitantes antes da invasão russa da Ucrânia em 24 de fevereiro, é o local da maior refinaria de petróleo da Ucrânia.

ATAQUE A PRÉDIO RESIDENCIAL

Neste final de semana, a Ucrânia também acusou a Rússia de atacar um prédio residencial de nove andares em Kiev, capital do país. Segundo autoridades ucranianas, um jardim de infância também teria sido atingido.

O prefeito de Kiev, Vitali Klitshko, disse que uma pessoa morreu e seis ficaram feridas. Quatro delas foram hospitalizadas, incluindo uma menina de sete anos que foi resgatada dos escombros.

Moscou respondeu as acusações da Ucrânia e afirmou que bombardeou uma fábrica de mísseis, chamando de "falsos" os relatos de que o ataque atingiu uma área residencial.

De acordo com o Ministério da Defesa russo, o alvo foi a fábrica de armas Artiom, que se enquadra na categoria de instalações de "infraestrutura militar" que Moscou alega estar atacando.

 

 

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

São Vicente

Cidade do litoral de SP faz ações em alusão ao 'Julho Amarelo'; confira as atividades

A campanha tem por finalidade o reforço às ações de vigilância, prevenção e controle das hepatites virais

Esportes

São Paulo vence o Grêmio no Morumbis e fica na ponta do G4

Com o resultado, o Tricolor obteve 30 pontos e passou o Bahia no saldo de gols

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter