FIM INCERTO

Rússia pode encerrar guerra na Ucrânia no dia 9 de maio; entenda

Cidadãos ucranianos estariam presenciando propagandas de vitória russa com confirmação no próximo mês

Joe Silva

Publicado em 12/04/2022 às 10:30

Compartilhe:

Destruição causada pelos ataques russos em Baryshivka, cidade localizada à 70 km ao norte de Kiev, na Ucrânia / André Liohn/Folhapress

Após cidadãos ucranianos tomarem conhecimento de que os soldados russos estariam fazendo propaganda de vitória na guerra, aumentaram os rumores de que o conflito será encerrado no dia 9 de maio. A data é emblemática para Putin, uma vez que neste dia se comemora o "Dia da Vitória Soviética", marcado  pela capitulação da Alemanha Nazista para a União Soviética na Segunda Guerra Mundial.

Outro suposto indício de um possível fim da guerra é a invasão de Mariupol. A Rússia teria fechado o cerco contra os últimos defensores da cidade portuária, que é estratégica na região. A tomada desta cidade é peça crucial para a conquista de um controle terrestre russo em uma faixa que liga o Donbass (o leste russófono) à Crimeia. 

Ainda que a conquista do controle do território ucraniano são seja total, o Kremelin deve considerar o eventual fim da guerra como um sucesso. No entanto, o presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskiy, teme que, até lá, muito sangue ainda seja derramado. Houve relatos não confirmados, nessa segunda-feira (11), sugerindo que armas químicas foram usadas em Mariupol.

"Tratamos isso com a maior seriedade. Gostaria de lembrar aos líderes mundiais que o possível uso de armas químicas pelos militares russos já foi discutido. E já naquela época significava que era necessário reagir à agressão russa de forma muito mais dura e rápida", disse Zelenskiy.

Especialistas acreditam que o suposto fim dos ataques russos à Ucrânia não deve acontecer no dia 9 ou mesmo em uma data próxima. O professor de História das Relações Internacionais Andrew Patrick Traumann, disse em entrevista à CNN, que é muito improvável que a invasão chegue ao fim no mês que vem.

“Isso para mim é absolutamente inviável. A gente está vendo uma guerra de narrativas sobre ataques ou não a civis e tudo isso. Eu acho absolutamente inviável que em um mês haja uma vitória definitiva”, disse o professor.

Enquanto isso, a Rússia divulgou nesta segunda-feira ter destruído o regimento de baterias antiaéreas S-300, de longo alcance da Ucrânia. Não há confirmação desta informação, mas tudo indica que Moscou ainda pode surpreender nos próximos dias.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Premiações da Mega-Sena saem para Mongaguá e Praia Grande; veja quanto e lotéricas

Sorteio foi realizado pela Caixa Econômica Federal na noite do último sábado (20)

Cotidiano

Com salários de até R$ 32 mil e vagas no Litoral, concursos públicos abrem inscrições

Os principais concursos públicos e processos seletivos abriram vagas de emprego que abrangem todos os níveis de escolaridade

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter