X
CRIME

Menina morre após ser obrigada pela avó a beber whiskey; mãe assistiu tudo

Como forma de castigá-la, a mulher mais velha obrigou a neta a beber pelo menos metade da garrafa antes da criança desmaiar

Menina de 4 anos de idade ficou inconsciente e morreu horas após beber meia garrafa de whiskey / Reprodução / Facebook

Duas moradoras do Estado da Louisiana, que fica na parte central ao sul dos Estados Unidos, foram presas após elas terem obrigado uma menina de apenas 4 anos de idade a beber meia garrafa de whiskey. A criança, que se chama China Record, morreu poucas horas após desmaiar. As suspeitas foram identificadas como Roxanne Record, de 53 anos, e Kadjah Record, de 28 anos, que são avó e mãe da vítima. O caso aconteceu na última sexta-feira (22). As informações são do Daily Mail.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Segundo informações da polícia local, as autoridades foram acionadas para atender um chamado devido a uma criança ter ficado inconsciente. Ao chegar no local, os agentes foram informados pelas mulheres que a avó da vítima havia ficado irritada porque a criança havia pego a garrafa e bebido um gole do whiskey acreditando que ninguém estava vendo.

Como forma de castigá-la, a mulher mais velha obrigou a neta a beber pelo menos metade da garrafa antes da criança desmaiar. Exames apontaram que a menina tinha um nível de álcool em seu sangue oito vezes superior ao máximo permitido por lei para que um adulto de 21 anos possa dirigir na Lousiana.

Segundo informações da polícia, a mãe presenciou toda a ação e não interferiu. Ao ser interrogada, a avó afirmou que ela perdeu o controle e gostaria de assumir total responsabilidade pela morte antes de dizer que o castigo 'foi longe demais'.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Polícia

Polícia Civil prende acusado de assalto em São Vicente

O crime aconteceu em 2017 e o suspeito estava foragido até a sua prisão, nesta quarta-feira (10)

GASTRONOMIA

Conheça 5 restaurantes para provar comidas do Oriente Médio em SP

Uma nova geração de restaurantes árabes que tem dado o que falar

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software