X

Mundo

Julgamento de Daniel Alves começa hoje na Espanha com pedido de suspensão de pena

Alves chegou à Audiência de Barcelona, palácio da Justiça no centro da cidade, por volta das 10h

Ivan Finotti/Folhapress

Publicado em 05/02/2024 às 10:10

Atualizado em 05/02/2024 às 12:05

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

O julgamento deve durar três dias, com Alves sendo ouvido ainda nesta segunda, além de seis outras testemunhas / Reprodução/Instagram

O julgamento do jogador Daniel Alves, acusado de estupro por uma jovem de 24 anos em uma boate na noite de 30 de dezembro de 2022, começou na manhã desta segunda-feira (5) em Barcelona, onde o brasileiro está preso desde o dia 20 de janeiro de 2023.

Alves chegou à Audiência de Barcelona, palácio da Justiça no centro da cidade, por volta das 10h (6h em Brasília) e sentou-se na sala do julgamento às 10h29.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

A sessão começou com o Ministério Público apresentando o documento de licença médica da vítima, entrevistas de Alves em janeiro de 2023 e a ação movida pela denunciante por divulgação de suas imagens pela mãe do jogador de futebol.

Já a advogada de Alves, Inés Guardiola, pediu a suspensão do julgamento devido a suposta intervenção de um perito no exame psicológico da jovem. A defesa ainda solicitou que o brasileiro seja o último a ser ouvido.

A pena máxima, sem agravantes, para um estupro na Espanha é de 12 anos, tempo pedido pela acusação. Já a advogada de defesa do brasileiro pede a absolvição.

Havia a expectativa, entre os jornalistas presentes, de que as partes chegassem a um "acordo de conformidade" antes de o julgamento começar. Isso significaria que o julgamento seria suspenso, o que não aconteceu.

Esse acordo, no qual Alves pagaria um valor à vítima, ainda pode ser feito mesmo no meio das sessões. É possível, em teoria, até o último momento antes de o juiz proferir a sentença.

O julgamento deve durar três dias, com Alves sendo ouvido ainda nesta segunda, além de seis outras testemunhas. A terça-feira (6) está reservada para o restante dos depoimentos, e a quarta, para apresentação de relatórios e conclusões dos policiais e de peritos.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Economia

Com prejuízo de R$ 500 mi, Carrefour anuncia o fechamento de 123 lojas

Entre as unidades fechadas, 16 são hipermercados da própria marca; os demais são de bandeiras Todo Dia, Nacional e Bom Preço

Cotidiano

Congestionamento na Rodovia Anchieta já passa de 10 quilômetros

Cinco pontos do Sistema Anchieta-Imigrantes apresentam congestionamentos em direção ao Litoral; confira quais

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter