X
Litoral Norte

Mutirão de limpeza retira mais de 200 kg de lixo das praias da reserva de SP

Operação de limpeza realizada por voluntários retiram 260 kg de lixo marinho da unidade no litoral de SP

Cerca de 20 participantes percorreram uma área de 3km / Divulgação

Neste último final de semana (7-8) um grupo de voluntários se mobilizaram e retiraram mais de 260 kg de lixo da Praia da Barra do Una, Caramborê e Desertinha.

A ação organizada pela ONG Ecomov em parceria com a Fundação Florestal - RDS Barra do Una, Prefeitura Municipal de Peruíbe através da Secretaria de Meio Ambiente, Comércio Local, representado pelo Rancho do Lamarka e integrantes do Projeto Remar, Limpar e Ensinar, de Santa Catarina, que tinham como meta retirar mais de 200 kg de lixo. Cerca de 20 participantes percorreram uma área de 3km entre a faixa de areia, vegetação, trilhas e encostas e coletaram materiais diversos como redes de pesca, lixo dos navios - internacionais e de origem doméstica e do comércio local. 

''As praias são muito preservadas pela comunidade local, diversos pontos de transição, vegetação nativa, ecossistemas intactos com uma fauna e flora exuberante, porém recebe lixo vindo do mar que provavelmente é descartado em praias próximas e populosas ou de moradias próximas a rios e manguezais'', afirma Rodrigo Brandão Azambuja, Presidente da organização.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

No primeiro dia (7) sábado, a ação retirou mais de 150 kg de lixo na Praia do Una em apenas 4 horas de limpeza. No segundo dia (8) no domingo, a organização retirou 110 kg das praias Desertinha e Caramborê.

''O "lixo marinho" é um problema mundial do descarte incorreto dos resíduos gerados pela humanidade, e que tem causado sérios impactos à fauna marinha e a poluição das nossas praias.  As ações de limpeza de praia são sempre bem vindas nas unidades de conservação, contribuem para além da retirada dos resíduos, mas também incentivam a conscientização da sociedade para a importância da gestão dos nossos resíduos e para um consumo mais consciente, assim como, contribuem com dados para pesquisas científicas uma vez que boa parte desses resíduos tem origem internacional. Fica o nosso agradecimento à equipe da Ecomov e a comunidade de Barra do Una pela ação desenvolvida nestes 2 dias nas praias da unidade. Todo esse material recolhido será encaminhado pela gestão da unidade para a reciclagem em Peruíbe', comentou Vanessa Cordeiro, Gestora da Reserva de Desenvolvimento Sustentável da Barra do Una, Mosaico Juréia Itatins.

Balanço 

Entre o resíduos encontrados, 70% são resíduos comuns, embalagens alimentares, higiene, cosméticos e 20% de pesca como redes, isopor, apetrechos de uso da pesca artesanal e 10% lixo de origem estrangeira como embalagens de alimentos, materiais inflamáveis e metabissulfito (cancerígeno), consumidos na pesca do camarão. Os resíduos de origem internacional, entre as embalagens mais coletadas, foi a garrafa pet, com referências de fabricação e comercialização vindas do continente asiático somando mais de 60% da China.

Para os demais interessados em conhecer a Reserva, basta só acessar Guia de Áreas Protegidas pelo site (https://guiadeareasprotegidas.sp.gov.br/ap/reserva-de-desenvolvimento-sustentavel-barra-do-una/) 

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

ELEIÇÕES 2022

Haddad lidera em SP com 29%, Tarcísio tem 12% e Rodrigo, 9%, aponta pesquisa

A pesquisa, contratada pela TV Globo, foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número SP-04035/202

Tecnologia

iFood e Tinder criam loja no app e brincam com 'levar bolo' no Dia dos Solteiros

Os bolos podem ser personalizados com frases como "Assim com o bolo que eu gosto", "Esse é o bolo que eu quero", "De: eu, Para: mim" e "Manda bolo de agora?"

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software