X

Itanhaém

Projeto Pitanga doa livros e mudas de plantas nos comércios em Itanhaém

Ação do projeto Pitanga visa incentivar o hábito da leitura e despertar a consciência de preservar a natureza

Nayara Martins

Publicado em 26/02/2024 às 07:15

Atualizado em 26/02/2024 às 08:18

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Projeto Pitanga doa ao público mudas de plantas e livros diversos / Nayara Martins/DL

Conscientizar as pessoas sobre a cultura do bem e a preservação do meio ambiente. Essa é a proposta do projeto Pitanga que está distribuindo livros e mudas de plantas em vários estabelecimentos comerciais de Itanhaém.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

“Normalmente doava as mudas em ações de limpeza nas praias, em determinados locais. Assim nasceu a ideia de deixar as mudas nos comércios da Cidade”, explica o idealizador do projeto Pitanga, Edgar Pedro de Souza.

O objetivo da ação, segundo Souza, é de incentivar o hábito da leitura entre as pessoas e que elas possam receber e doar livros, além de se conscientizar sobre a natureza.

Um dos comércios parceiros é a farmácia de manipulação Gaultéria. Na entrada há uma prateleira com os livros de diversos temas, como botânica, de arte, literatura clássica, dicionários, infantis, música, entre outros. Além de mudas de plantas frutíferas.      

A farmacêutica responsável pela Gaultéria, Elaine Moreno, afirma que o projeto Pitanga tem um impacto positivo na Cidade. “O Edgar trabalha de forma proativa na educação ambiental e cultural. Aqui na Gaultéria desde a implantação do projeto foram doadas 236 mudas de plantas e centenas de livros, em apenas uma das unidades”, destaca.

Diz ainda “o hábito da leitura estimula o raciocínio, melhora o vocabulário, a capacidade interpretativa e aguça a criatividade no âmbito social, além de desenvolver um senso crítico. A população entendeu a importância do projeto e reagiu de forma participativa. Aqui virou um ponto de encontro para discussão literária e troca de conhecimento sobre plantas”, conclui.          

As mudas de plantas são uma produção do projeto Pitanga. “A ideia é que as doações sejam feitas de forma mútua e que a prateleira nunca fique vazia”, frisa Souza.

O projeto Pìtanga também conta com uma biblioteca que funciona na sede, sobre ecologia, mata atlântica, artes e outros temas.

“A intenção é que os comércios também ajudem a custear a produção das mudas. Vamos mostrar que o comerciante está preocupado com o meio ambiente e a educação”, salienta.

Entre os comércios parceiros e que desenvolvem a ação do projeto estão a farmácia Gaultéria (4 unidades), Dueda Games, Arca Despachante e Oral Artes, além do Cinemar e da Madeireira Caeté.

Ações socioambientais

O projeto Pitanga, que atua há mais de cinco anos em Itanhaém, possui três pilares – arte, preservação e sustentabilidade.

Uma das ações socioambientais é a que acontece no primeiro domingo do mês, na praia do Centro. No local acontecem as aulas de yoga, a mesa de frutas e o mutirão de limpeza de praias, além de doação de animais vítimas de maus tratos e o cadastro de voluntários para doação de sangue.            

O grupo também é convidado para ministrar palestras, desenvolver atividades de educação ambiental e de teatro, em escolas públicas e particulares. “Um dos temas é como empreender sem recursos. Aproveitamos para contar como foi o início do projeto sem apoio ou recursos”, frisa Souza.

Outra ação é o sistema de agrofloresta urbano, com o plantio de várias espécies em uma área de restinga. A agroflorestal está sendo cuidada pelo projeto em uma área pública, no bairro Parque Augustus. A maioria das mudas é de árvores frutíferas.

Já foram doadas no total mais de 11 mil mudas de várias espécies, mas o carro chefe é a pitanga. O grupo aceita doações de sementes de colaboradores.   
Há ainda um ponto de entrega voluntária de materiais recicláveis na sede do projeto. A sede fica na rua Glória de Souza, 10, no Parque Augustus (lado praia), em Itanhaém.

Interessados em conhecer o trabalho do projeto ou fazer doações podem acessar o Instagram @grupopitanga ou no WhatsApp 13 99208.3671.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Santos

Ato em Santos pedirá recomposição das universidades e institutos federais

Manifestantes estão em vigília pela recomposição orçamentária das universidades e institutos federais

Diário Mais

Guarujá está entre os destinos turísticos mais procurados no Airbnb

Ubatuba e São Sebastião, no Litoral Norte, também estão entre as 10 cidades mais buscadas na plataforma de hospedagem

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter