Itanhaém

Professora se dedica em criar peças artesanais em Itanhaém

Ana Maria tem o dom para fazer trabalhos artesanais e criativos em Itanhaém

Nayara Martins

Publicado em 11/04/2022 às 08:00

Compartilhe:

Peças artesanais e únicas, como panôs, colchas de retalhos, de fuxicos, almofadas e diversos objetos de Páscoa. Tais trabalhos são resultado da criatividade da professora aposentada, artesã e contadora de histórias Ana Maria Ferreira, de 61 anos, mais conhecida como Nana, de Itanhaém.

Ela conta que sempre teve a habilidade e o dom para fazer artesanato e, após se aposentar como professora, resolveu se dedicar aos trabalhos artesanais e comercializar.

"Faço artesanato desde menina e para cursar e pagar a faculdade em Artes Plásticas, fui bordar camisetas, alpargatas e bolsas. Foram aparecendo várias encomendas feitas por conhecidos e amigos de trabalho".

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Após se formar, ela que trabalhava na prefeitura, foi convidada para dar aulas em uma escola particular na cidade, pois já era formada no Magistério, no ano de 1980.

"No Maternal, as artes plásticas me proporcionaram um aprendizado para a sala de aula, com a massinha caseira, o papel machê e outros. Isso me tornou conhecida como um ser brincante e que tem a linguagem lúdica", salienta.

Segundo ela, o universo da comunicação com os alunos é muito amplo e está na música, no desenho, na pintura, na colagem, na gravura, na expressão corporal.

"Tudo o que aprendemos é para que possamos utilizar esse conhecimento para encontrar caminhos de viver", frisa.

Nana também atuou na Cultura Ativa, uma ONG ligada à Cultura no estado de SP, por quatro anos, com diversas oficinas e exposições dos trabalhos.

Além do seu trabalho como professora, Nana também fazia parte da equipe pedagógica da Secretaria da Educação, que oferecia capacitações com oficinas, contação de histórias, palestras e cursos aos educadores.

Entre as peças mais criativas e procuradas pelos clientes estão os panôs e as almofadas. Os panôs, que são painéis de tecidos sobre temas variados, apresentam desenhos bordados à mão, sendo alguns com frases ou mensagens.

"Meus panôs são bastante elogiados e já foram vendidos para fora do Brasil. As peças são conhecidas e também já fizeram parte das festas tradicionais religiosas, como a Festa do Divino e a Folia de Reis".

Há encomendas que são feitas em determinadas datas, como na Páscoa, no Natal, e outras. Nana fez alguns panôs sobre temas religiosos, como o Santo Antônio e o São Francisco. Ela utiliza várias técnicas, o patchwork e a pintura, faz e recorta os desenhos nos tecidos, tudo feito à mão.

A artesã também já expôs as peças de artesanato em bazares organizados por grupos de amigos. Outros trabalhos são as almofadas com desenhos variados, peças em crochê, telas de pintura em óleo, mosaicos, além de colchas de retalhos e de fuxicos.

PLANOS

Em Itanhaém, a professora e artesã Nana já é bastante conhecida pelo seu artesanato, já que o trabalho é divulgado por meio do boca a boca entre clientes e amigos.

Sobre os planos futuros, Nana pretende participar de uma exposição com os panôs sobre diversos temas.

"Pretendo organizar uma exposição de pinturas com vários suportes, em parceria com minha amiga Ana Levina. Temos esse projeto de voltar a trabalhar no ateliê da casa dela."

Interessados em conhecer os artesanatos da professora Nana, podem fazer contato pelas redes sociais, no Facebook e Instagram (anamariaferreira). Ou por meio do celular 13 99706.4222.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Guarujá

PAT de Guarujá oferece 150 vagas de emprego nesta quinta (18); veja os cargos

É necessário levar a Carteira de Trabalho física ou digital, documento oficial com foto e PIS

São Vicente

Cidade do litoral de SP faz ações em alusão ao 'Julho Amarelo'; confira as atividades

A campanha tem por finalidade o reforço às ações de vigilância, prevenção e controle das hepatites virais

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter