X
INVESTIMENTO

Novas câmeras vão reforçar segurança em bairros de Itanhaém

A Prefeitura de Itanhaém, que por meio da Secretaria de Trânsito e Segurança, começou a instalar um total de 1.068 câmeras de monitoramento em diversos bairros, desde a última semana

Prefeitura espera que câmeras auxiliem equipes de segurança da cidade / NAIR BUENO / DIÁRIO DO LITORAL

Garantir mais segurança aos munícipes e turistas, em vias urbanas, além de prédios públicos e nas principais entradas da Cidade. Essa é a intenção da prefeitura de Itanhaém, que por meio da Secretaria de Trânsito e Segurança, começou a instalar um total de 1.068 câmeras de monitoramento em diversos bairros, desde a última semana. A previsão é que elas sejam instaladas em 30 dias.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Vias mais movimentadas, praças públicas, principais entradas da Cidade e prédios públicos já estão recebendo os equipamentos.

O secretário municipal de Trânsito e Segurança, Milton Saldiba Passareli de Campos Júnior, explica que o objetivo, nos prédios públicos, é coibir e prevenir os atos de vandalismos e as invasões nesses locais. Já, nas vias e praças públicas, é dar uma sensação de segurança à população e uma cobertura maior.

"Estamos trabalhando em três frentes de trabalhos, sendo 768 câmeras em prédios públicos da rede municipal, como nas áreas da Saúde, da Educação, dos CRAS, Paço Municipal. Além de mais 300 câmeras em diversos bairros, nas principais vias e praças públicas, vias de acesso e nos limites dos municípios de Mongaguá e Peruíbe", destaca.

Dessas 300, 280 são câmeras fixas e 20 são as do modelo "speed dome", que podem abranger 360 graus de distância. Segundo o secretário, essas câmeras podem girar para o local indicado e alcançar grandes distâncias. Já as fixas serão instaladas em dois lados, nas praças, praias e nas vias mais movimentadas.

Entre as praças que recebem os equipamentos estão Narciso de Andrade, Benedito Calixto, Suarão, Gaivota, Belas Artes, Cabuçu, situadas entre os bairros Gaivota e Vila Loty.

Há ainda as câmeras OCR (Reconhecimento Óptico de Caracteres), que permitem a leitura de placas, e são interligadas com as Polícias Militar e Civil.

Serão mais 12 novos equipamentos OCR, que já estão sendo instaladas nos limites dos municípios de Mongaguá e de Peruíbe, na rodovia Padre Manoel da Nóbrega, além das marginais da rodovia e principais entradas da Cidade. No total, o município contará com 46 câmeras OCR, incluindo as 34 já existentes.

"Caso apareça algum veículo suspeito de furto, roubo ou procurado pela Justiça, a câmera vai identificar. É importante esclarecer que elas não são radares de velocidade e nem de fiscalização, mas irão fazer a leitura de placas de veículos envolvidos em delitos criminais".

A intenção da prefeitura é instalar as OCR em todas as entradas e saídas do município. "São 33 entradas ao longo da rodovia, o que demanda um projeto maior e a liberação de recursos. O projeto já está pronto, mas a previsão é de concluir até o ano de 2024", frisa o secretário.

A Administração, segundo Saldiba, firmou três contratos com empresas diferentes, por meio de licitação, para terceirizar o serviço de instalação das câmeras. O valor total com os contratos é de R$ 8.068.778,00.

"O problema é de realizar as manutenções dos equipamentos instalados, pois elas têm que ser corretivas e isso gera um custo maior", explica. Conforme o secretário, caso haja a necessidade de manutenção das câmeras, a responsabilidade é da empresa terceirizada.

CENTRO DE OPERAÇÕES.

O Centro de Operações e Inteligência (COI) está funcionando no mesmo espaço da secretaria da Educação, mas deve ser transferido para a Base da Guarda Civil Municipal (GCM), no bairro Suarão, dentro de 30 dias, após o término das obras de ampliação do local.

Saldiba afirma ainda que, após a transferência do COI e a instalação das 1068 câmeras, será feita uma extensão das imagens do Centro de Operações para a sede da Companhia da Polícia Militar no município, que devem atuar de forma simultânea.

"O objetivo é melhorar o acesso e agilizar o atendimento das ocorrências. Esse trabalho, em parceria com a PM, deve começar neste primeiro semestre", conclui.

A GCM possui hoje 89 guardas municipais. A previsão da prefeitura é que, até o mês de maio, sejam convocados mais 20 efetivos aprovados no concurso de 2019.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Esportes

Veja os valores de Soteldo no Santos; Corinthians tenta Michael e mais dois

Política

Bolsonaro nega almoço com Guilherme de Pádua e pede respeito a Gloria Perez

Ele afirmou haver uma "exploração leviana" da morte da filha de Gloria Perez no caso

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software