Itanhaém

Praia de Itanhaém recebe mostra de cinema ao ar livre

Filme "Kamikaze", de Marcelo Galvão, será exibido neste sábado, às 19h

Da Reportagem

Publicado em 31/05/2024 às 19:30

Comentar:

Compartilhe:

Cena do longa-metragem independente "Kamikaze", que será exibido neste sábado (1º) / Divulgação

O longa-metragem independente “Kamikaze”, de Marcelo Galvão, abre neste sábado, 1º de junho, às 19h, a mostra de cinema ao ar livre do projeto Residência Artística Rolê 22, em Itanhaém. A exibição, gratuita, acontece na Praia de Itanhaém (Av. Pres. Vargas, altura do nº 3420 – Jardim Itapel), seguida de roda de conversa com o diretor e parte do elenco.

A iniciativa, organizada pelo Instituto Rolê 22 / CP Brazil, contempla também um programa de formação com cinco meses de duração, com a proposta de capacitar realizadores iniciantes, residentes no município, para o desenvolvimento de obras audiovisuais e participação em editais públicos de incentivo à cultura.

“A exibição de Kamikaze é emblemática pois sintetiza o que o projeto representa: investimento nos talentos locais, no capital intelectual brasileiro e no fortalecimento das redes do setor criativo”, antecipa a artista, gestora cultural e diretora executiva do Instituto Rolê 22, Jaíra Potï. Ela também assina a curadoria da mostra, ao lado da produtora Monique Rocco.

Dez filmes serão exibidos ao longo da mostra, reforçando a vocação do projeto para formação de plateia e ampliação do repertório dos participantes. A programação completa será divulgada nas próximas semanas.

Sobre o filme “Kamikaze”

Nascido na Bahia e ex-aluno do Instituto Criar, instituição que forma jovens de baixa renda para o cinema, Marcelo Galvão idealizou e gravou o filme durante a pandemia da Covid-19. A produção, com mais de 50 atores, todos da cena local de Itanhaém, narra a trajetória de um jovem que encontra na música uma segunda chance para refazer sua vida após envolver-se com o crime e o tráfico de drogas.

“Somos amigos, morávamos próximos. Eu estava com a câmera na mão e primeiro criamos um vídeo. Todos gostaram do resultado e se dispuseram a participar, trazendo mais ideias e criando mais personagens. Então resolvemos fazer um filme”, comenta o diretor.
 
Sobre a Residência Artística

A capacitação conta com 13 participantes, residentes no município, que se inscreveram gratuitamente em edital de seleção. O grupo contempla populações historicamente inviabilizadas, com faixa etária entre 18 e 52 anos e com pouca ou nenhuma experiência no segmento audiovisual. Os encontros acontecerão aos domingos, a partir de 9 de junho, no bairro do Suarão.

Serão três módulos de formação, construídos a partir do compartilhamento de conhecimentos teóricos e práticos sobre técnicas de criação, o mercado audiovisual e seus desafios. Os dois primeiros  – “Criação Cinematográfica e Edição” e “Argumento e Roteiro – Cartografia Corpo Território” - terão a coordenação pedagógica da documentarista, fotógrafa e multiartista Thaís Namai, CEO da Imaginária Produções e fundadora do Núcleo Negro de Pesquisa e Criação, com mais de 11 anos de experiência no segmento. 

Já o terceiro, “Produção Executiva”, contará com orientação de Monique Rocco, hoje produtora executiva da Maria Farinha Filmes, à frente de obras de ficção nacionais e internacionais, e também da Kilomba Produções. Há mais de 20 anos no mercado, produziu diversas obras para streaming, canais de TV e cinema de autor, entre elas o longa “Enterre Seus Mortos”, de Marco Dutra; o documentário “Racionais MCs”, de Juliana Vicente; a série “Segura essa Pose”, com direção de Sandro Lima e Chica Andrade; e o curta “Kbela”, de Yasmin Thayná, premiado no Festival Panafricano de Cinema e Televisão de Ouagadougou, em Burkina Faso, maior do continente africano.

O programa prevê ainda produção de curtas-metragens no decorrer da residência, a serem exibidos antes das sessões da mostra de cinema. A intenção é que os participantes voltem seus olhares para temas que evidenciem suas próprias origens e territórios, tornando-os protagonistas das narrativas.  


Sobre o Instituto Rolê 22 / CP Brazil
 
Fundado em dezembro de 2015, o Instituto tem entre suas realizações a “Mostra Cine Laboratório de Curta-Metragem (MOCILA)”, em parceria com o Instituto Goethe e o SP Cine; a gestão da publicação “7 Anos do Centro de Memória do Circo”; a produção das mostras “Novo Cinema Indiano” e “Cinema e Transcendência”, no Centro Cultural Banco do Brasil, em São Paulo; a exposição fotográfica “4 Estações da Vida”, para a Fuji Film do Brasil; o “Seminário Lugares de Memória Negra Indígena”, em parceria com a Secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa, o Instituto Tebas e o Sesc São Paulo; e, nos últimos dois anos, os projetos “Formação de Produtores Culturais Artivistas”, “Festa dos Povos Tradicionais do Brasil”, “África Sem Estereótipos – Afrikanse” e “Ocupação Agbalá Conta”.
 
SERVIÇO 

Mostra de Cinema Rolê 22 
Sessões gratuitas ao ar livre.
Local: Av. Pres. Vargas, altura do nº 3420 – Praia de Itanhaém - Jardim Itapel.
Itanhaém – SP  
Estreia: Sábado, 1 de junho, 19h.
Filme: “Kamikaze”, com direção de Marcelo Galvão.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Sua oportunidade! Multinacional abre 80 vagas remotas; veja como concorrer

Empresa é uma das líderes do ramo de tecnologia

Cotidiano

Manutenção da Sabesp pode deixar bairros de São Vicente sem água; veja quais

As ações são melhorias operacionais no sistema de abastecimento de água que visam garantir maior segurança hídrica e promover um reforço no fornecimento de água

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter