X

ANO NOVO

"Acredito que 2023 e 2024 serão os anos mais importantes para a Cidade"

Cervantes revela ainda que saiu do PSDB e que seu período no partido se encerrou

Nayara Martins

Publicado em 28/12/2022 às 09:30

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Tiago Cervantes afirma que será uma nova etapa de sua vida e que já está conversando com outros partidos / Nair Bueno/DL

O anúncio é do prefeito de Itanhaém Tiago Cervantes (sem partido), de 45 anos, que faz um balanço dos dois últimos anos de governo em Itanhaém. Cita alguns investimentos feitos nas áreas da Saúde, Educação, Turismo, além de obras de infraestrutura nos bairros. Cervantes revela ainda que saiu do PSDB e que seu período no partido se encerrou. Afirma que será uma nova etapa de sua vida e que já está conversando com outros partidos.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Diário do Litoral - Como estão os investimentos nas obras de infraestrutura nos bairros?
Tiago Cervantes Temos trabalhado muito na parte de investimento na infraestrutura nos bairros mais afastados na Cidade. Entre os principais estão a Curva do Índio, na Estrada Gentil Perez, onde foi feito um serviço de drenagem e alteamento da pista que solucionaram os alagamentos. E a pavimentação e drenagem nos bairros Parque Real e Jardim Coronel.

Investimos ainda na região da Cesp, no rio do Poço, com obras de infraestrutura, drenagem, pavimentação, guias e sarjetas. Terminamos as duas pontes - na rua dos Fundadores e na avenida Harry Forssel, em 2022, no Belas Artes, para dar maior vazão às águas pluviais.

No bairro Suarão, na rua Lucas Nogueira Garcez, do lado morro, foram feitas a pavimentação, guias e sarjetas e drenagem.

Outra obra importante é no bairro Oásis, na avenida Emídio de Souza. Já iniciamos a instalação de tubulação e haverá um alteamento de parte da via para acabar com alagamentos.

A partir do próximo ano, em parceria com o governo do Estado, serão mais de 35 milhões de investimentos em infraestrutura. Nos bairros Gaivota, Loty, e no Campos Elíseos. Além do Parque Real, no Jardim Oásis e Nova Itanhaém. E obras de drenagem na Cidade Anchieta, com a reconstrução de nova ponte na avenida José Batista Campos.

Na avenida Jaime de Castro, que corta a rodovia, há um projeto na região que está orçado em R$ 30 milhões e já foi encaminhado ao DER.

DL - Quando será a licitação da PPP iluminação pública?

TC A Parceria Público Privada da iluminação pública, prevista para o dia 21 deste mês, na Bolsa de Valores, foi adiada. Uma das empresas fez o pedido ao Tribunal de Contas para a suspensão do leilão. E será agendada em janeiro de 2023. A previsão é iniciar o serviço no primeiro semestre.

DL - Na Saúde, quais as ações?  
TC
A parte da construção da nova UBS no Guapurá já está concluída e em fase final de acabamento. A previsão é entregar até o início de janeiro de 2023.

Mais duas unidades de saúde estão sendo reformadas, a do Jardim Coronel e a do bairro Suarão. No próximo ano, a previsão é de reformar e ampliar a do Jardim Oásis. 

Outro projeto é de ampliar a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Já transferimos o atendimento infantil para o Centro de Especialidades Médicas. A intenção é buscar uma nova UPA ampliada. Estamos discutindo duas opções a ampliação do espaço onde está a UPA hoje e desapropriar um imóvel ao lado; ou a construção de uma unidade nova. Até o primeiro semestre de 2023, vamos decidir. 

Além da informatização de todas as unidades de saúde. Temos que buscar a integralização de nossas informações no sistema da rede municipal. Isso vai facilitar o atendimento das famílias. 

O governo do Estado fez nova licitação para a gestão do Hospital Regional. No contrato já existe o Pronto Socorro Referenciado, mas ainda não foi implantado. A ideia é agilizar o atendimento de casos urgentes, sem precisar ser levado à UPA e ir direto ao PS do Hospital. 

DL - Quais os investimentos na Educação?
TC
Na Educação evoluímos bastante nos dois últimos anos. Foi feito um trabalho muito bom, após a pandemia. Houve uma busca ativa de todos os alunos, além da contratação de mais professores. 
Abrimos duas frentes importantes este ano, uma é o Centro de Atendimento ao aluno com Transtorno do Espectro Autista, no Belas Artes, com atendimento a 100 crianças. E o Centro de Línguas e Literatura, no Centro, com cerca de 150 alunos. A previsão é de abrir uma nova unidade e chegar a 600 alunos.
A previsão é iniciar a construção de uma nova escola de Ensino Fundamental, no centro. 

Há um estudo para disponibilizar vagas em creche em meio período - matutino ou vespertino. Mas não vamos encerrar o integral. A ideia é disponibilizar vagas às mães que optarem por meio período.

Além do reforço escolar no contraturno, devido à pandemia. Em algumas unidades são oferecidas atividades extracurriculares. Três novos ônibus escolares foram entregues para o transporte de alunos.

DL - Na Segurança, quais as ações? 
TC
Temos hoje mil câmeras instaladas no município. Para 2023 ainda não temos a ampliação definida. O aumento será possível conforme a entrada de recursos.

A previsão é de instalar a ROMU no primeiro semestre do próximo ano, com a ronda ostensiva em funcionamento, além da contratação de 50 novos guardas civis municipais já capacitados.

Adquirimos novos armamentos e dez viaturas à disposição. Hoje são 104 guardas municipais.

DL - Na habitação, quantas famílias foram beneficiadas com o programa de regularização fundiária?

TC Temos cerca de 50 núcleos que estão cadastrados em fase de regularização fundiária. Há alguns requisitos para o bairro obter a regularização, como água, luz, esgoto e pavimentação.  

O próximo bairro a ser atendido é o Jardim Oásis, em 2023, com cerca de dois mil moradores que vão receber a documentação dos imóveis. Já entregamos em vários bairros, no Iemanjá e Jardim Corumbá, com mais de 115 famílias atendidas. 

DL - No Turismo quais os investimentos?  

TC Estamos prosseguindo as obras na orla da praia, no sentido Suarão/Mongaguá, com verba do Dadetur, em um trecho de 900 metros. Iniciamos a reurbanização da orla da praia, no trecho do Pocinho de Anchieta, no bairro Cibratel. 

Prosseguem as obras de reurbanização na Praia dos Pescadores, vamos fazer a ligação da praia com a alameda Emídio de Souza e a revitalização da trilha do Morro Sapucaitava. A segunda fase serão as obras na Praça do Pescado, na Prainha.  

Há um projeto de ampliar a passarela do Anchieta subindo ao Morro do Paranambuco, como uma escadaria de acesso ao mirante. Vamos iniciar no próximo ano, com verba do Dadetur, no valor de R$ 5 milhões. 

Iniciamos a negociação com a Mitra Diocesana de Santos para dar continuidade às obras no Convento Nossa Senhora da Conceição e na Igreja Matriz de Sant´Anna, que estão paralisadas. O município não tem a autonomia nos prédios, que são de responsabilidade da Mitra Diocesana, além da autorização dos órgãos de patrimônio histórico. 

Haverá a reforma e a manutenção da igreja, com a troca do piso de madeira e do telhado. A prefeitura deve financiar o material, já a mão de obra ficará a cargo da Mitra.  

Na área ambiental, a Fundação Florestal fez a parte do caminho e da ponte de madeira para o acesso à cachoeira Três Quedas, em parceria com o governo do Estado, inaugurado este mês.

Outra parceria com o Estado são investimentos em áreas náuticas. Três pontos no rio Itanhaém serão avaliados para ter equipamentos públicos com atracação de embarcações.   

As festas tradicionais da Cidade estão sendo repaginadas. A festa dos Sabores Caiçaras, nos arcos do Convento, vai acontecer no próximo ano. No Natal, fizemos a decoração natalina. No início do ano, terá o Festival de Verão, com shows de artistas locais, no centro e nos bairros.   

DL Como está a revisão das leis de zoneamento urbano?

TC Estamos na fase final do trabalho de atualização das leis de Uso e Ocupação do Solo, Verticalização e Código de Edificações. A Cidade precisa atrair investidores na construção civil. Realizamos de forma transparente, em contato com as entidades de classe. 

Já aconteceu a segunda audiência pública e as informações vão ser formatadas. Após o fechamento do projeto, vamos encaminhar à Câmara. O Legislativo pode realizar outra audiência pública. 

A previsão é encaminhar o projeto à Câmara até fevereiro. A intenção é que o projeto seja aprovado até abril, no aniversário da Cidade.

DL - Qual é a perspectiva de crescimento da Cidade para 2023?

TC Acredito que 2023 e 2024 serão os anos mais importantes para a Cidade, para se tornar mais atrativa na parte de investimentos. 

Em 2023 haverá um trabalho para que o comércio esteja mais organizado. O Código de Posturas vai ser atualizado no ano que vem. Diante das atualizações de leis que vão incentivar o crescimento e a construção civil, Itanhaém vai ser a bola da vez em 2023. Além de abrir novas vagas de emprego. 

O Poupatempo foi inaugurado este mês. A prefeitura ofereceu o espaço físico, no Suarão.   

DL - Como vê a relação com o novo governo do Estado? 

TC A expectativa é positiva. O seu plano de governo está na direção de novos investimentos. Ele vai dar prioridade também à área social. Itanhaém e a região metropolitana da Baixada Santista precisam ter uma parceria mais próxima ao governo do Estado.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Guarujá

PAT de Guarujá oferece 58 vagas neste sábado (25); confira a relação

Atendimento é realizado na Avenida Santos Dumont, 1.586, no Pae Cará, em Vicente de Carvalho

Esportes

Pela Série B, Santos perde para o América-MG por 2 a 1

Próxima partida do Peixe será contra o Botafogo-SP

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter