X

INFORMAÇÕES SÃO DA PREFEITURA

Equipes da Defesa Civil de Guarujá foram aos morros da cidade alertar sobre temporal

De acordo com a prefeitura, as ações tiveram início na quarta-feira, um dia após o município receber alertas da Defesa Civil

PAULO EDUARDO DIAS - FOLHAPRESS

Publicado em 22/02/2023 às 22:38

Atualizado em 22/02/2023 às 22:51

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

A gestão municipal afirma que a ação foi fundamental para evitar mortes / Reprodução/TV Globo

Funcionários da Defesa Civil de Guarujá, na Baixada Santista, visitaram áreas consideradas de risco na cidade para alertar sobre o temporal que viria e orientar os moradores a deixarem suas residências. 

De acordo com a prefeitura, as ações tiveram início na quarta-feira (15), um dia após o município receber alertas da Defesa Civil Estadual para chuvas intensas, da ordem de 150 mm. 

Ainda segundo a gestão municipal, alguns moradores entenderam os riscos que corriam em permanecer nos imóveis e os deixaram de forma voluntária, antes da chuva. 

O temporal que atingiu o litoral paulista no último fim de semana matou ao menos 48 pessoas, sendo 47 em São Sebastião e uma em Ubatuba, ambas na costa norte do estado. Dezenas de pessoas estão desaparecidas. 

Entre quarta e sábado (18), duas equipes de oito funcionários percorreram os morros Cachoeira, Engenho, Macaco Molhado, Canta Galo, Barreira, Vila Baiana e Vila Júlia, além de Vila Zilda e Asa Delta. 

A gestão municipal afirma que a ação foi fundamental para evitar mortes. Em março de 2020, chuvas com menor intensidade deixaram mais de 30 mortos em Guarujá. 

A cidade, que não registrou óbitos, tem 183 desalojados pelo temporal. Entre sábado e domingo choveu 395 mm em Guarujá, o maior índice em 70 anos (e muito acima dos 150 mm previstos inicialmente). 

Segundo a prefeitura, ao receber o alerta de temporal, o município passou a analisar as imagens, e a Defesa Civil municipal concluiu se tratar de um evento de dimensões maiores do que o indicativo inicial. Diz também que, de forma preventiva, ainda na quarta-feira disparou alertas para a população via mensagem de texto (SMS) e publicações nas redes sociais. 

Quanto ao litoral norte, a Defesa Civil estadual afirma que enviou 14 alertas de SMS para mais de 34 mil celulares cadastrados na região.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

ATENÇÃO

Nova fase das obras do VLT alteram trânsito de Santos; veja pontos

Obras tem a previsão de terminar no dia 30 de julho

INVESTIGAÇÃO

Caminhoneiro é sequestrado e mantido refém após descarregar carga no Porto de Santos

Homem de 42 anos disse à Polícia Civil que um dos criminosos estava armado; caso é investigado e criminosos são procurados

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter