Vettel vence sétima corrida consecutiva e iguala recorde de Schumi

Depois de igualar o recorde de vitórias seguidas no mesmo ano, ele passa a mirar o feito do italiano Alberto Ascari, que ganhou nove provas consecutivas

Comentar
Compartilhar
03 NOV 201312h56

O alemão Sebastian Vettel (Red Bull) venceu o Grande Prêmio de Abu Dhabi, disputado na manhã deste domingo. Com o tetracampeonato garantido desde a etapa anterior, o piloto de 26 comemora seu sétimo triunfo consecutivo e repete o feito logrado pelo compatriota Michael Schumacher em 2004.

Depois de igualar o recorde de vitórias seguidas no mesmo ano, ele passa a mirar o feito do italiano Alberto Ascari, que ganhou nove provas consecutivas entre as temporadas de 1952 e 1953. Se vencer as etapas dos Estados Unidos e do Brasil, Vettel ainda repete os 13 triunfos em um único campeonato alcançados por Schumacher em 2004.

A duas etapas do final do Mundial, Vettel contabiliza um total de 347 pontos ganhos. O espanhol Fernando Alonso (Ferrari), sétimo colocado na manhã deste domingo, é o segundo com 217 pontos. O Grande Prêmio dos Estados Unidos será disputado no dia 17 de novembro.

O australiano Mark Webber (Red Bull) e o alemão Nico Rosberg (Mercedes) completaram o pódio em Abu Dhabi. O brasileiro Felipe Massa (Ferrari), com os dias contados na escuderia italiana, chegou a fazer algumas boas ultrapassagens, mas não passou do oitavo lugar.

A prova - Em sua última temporada na Fórmula 1, o veterano Mark Webber (Red Bull) conseguiu a pole position, mas, como de costume, decepcionou na largada e perdeu a liderança para o companheiro Sebastian Vettel logo nos primeiros metros do Grande Prêmio de Abu Dhabi.

A duas etapas do final do Mundial, Vettel contabiliza um total de 347 pontos ganhos (Foto: Associated Press)

Webber ainda foi superado pelo alemão Nico Rosberg (Mercedes) e caiu para a terceira colocação, seguido pelo francês Romain Grosjean (Lotus). O brasileiro Felipe Massa (Ferrari), por sua vez, ficou no sétimo lugar, à frente do mexicano Sérgio Perez (McLaren) e do espanhol Fernando Alonso (Ferrari).

A corrida durou pouco para o finlandês Kimi Raikkonen (Lotus). Ele tocou em uma Caterham logo no começo da prova e abandonou a disputa de maneira precoce. Nos dias que antecederam a prova, o piloto reclamou de uma dívida de sua equipe e ameaçou não correr as próximas etapas.

Na 20ª volta da corrida, Mark Webber usou a asa móvel para ultrapassar Nico Rosberg, que vinha encontrando dificuldades na tentativa de superar o escocês Paul di Resta (Force India). Em seguida, o piloto do Reino Unido foi para os boxes e o australiano ficou com o segundo lugar.

Sem sofrer qualquer tipo de ameaça, Sebastian Vettel conduziu tranquilamente seu carro para mais uma vitória. Desta forma, o alemão provou que, ainda que o tetracampeonato esteja garantido, ele não pretende apenas passear nas últimas etapas do calendário da Fórmula 1.