X

Esportes

Tite cede, faz mea culpa e tenta agradar clubes após convocação

Dos escolhidos, Fagner, do Corinthians, Paquetá, do Flamengo, e Dedé, do Cruzeiro, eram peças chaves de suas equipes

Folhapress

Publicado em 11/09/2018 às 15:34

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

O aviso já veio acompanhado da informação de que nenhum atleta envolvido na final da Copa do Brasil será convocado. / André Mourão/ MoWa Press

A partir do momento que anunciou a lista de convocados para os amistosos nos Estados Unidos com três jogadores envolvidos nas semifinais da Copa do Brasil, que terá confrontos Palmeiras x Cruzeiro e Flamengo x Corinthians nesta quarta, Tite começou a receber críticas. Ao longo dos cerca de dez dias da seleção em solo norte-americano, o assunto nunca deixou os holofotes. Com a rodada de testes chegando ao fim, o comandante brasileiro cedeu à pressão, fez algumas concessões e tenta agradar aos clubes.

Dos escolhidos, Fagner, do Corinthians, Paquetá, do Flamengo, e Dedé, do Cruzeiro, eram peças chaves de suas equipes, que encaram confrontos decisivos amanhã. O lateral direito acabou cortado, mas treinou nesta segunda (10) e pode estar em campo diante do Flamengo, o que só aumenta a pressão sobre o treinador.

Questionado repetidamente sobre o tema, Tite fez um mea culpa no sábado, depois da vitória por 2 a 0 sobre os EUA. Na resposta, reconheceu que acabou, inadvertidamente, favorecendo o Palmeiras, único dos quatro semifinalistas que não teve nenhum convocado.

"Sou oriundo de clubes, sempre tenho muito cuidado de ter equidade sem prejudicar a ambição que o cara tem de defender a seleção. Poderia ter tirado dois atletas, mas procurei tirar um de cada, para ter essa situação, e oportunizados. Tivemos quatro, cinco atletas que nunca tinham entrado. Não queria prejudicar os clubes, um lado meu não queria. Acaba prejudicando, tenho essa consciência. Não tendo um do Palmeiras, favorece o Palmeiras, eu tenho essa consciência. Só que preciso fazer o melhor com a seleção brasileira, e arcar com as consequências disso", explicou.

A convocação já tinha sido uma concessão: Tite observava diversos jogadores, mas se limitou a chamar o máximo de um atleta por equipe envolvida nas semifinais.

Ainda durante a estadia nos EUA, a CBF anunciou a próxima etapa do ciclo, com amistosos diante de Arábia Saudita e Argentina nos dias 12 e 16 de outubro, na Arábia. O aviso já veio acompanhado da informação de que nenhum atleta envolvido na final da Copa do Brasil será convocado.

Nesta segunda-feira, uma polêmica trouxe de novo a questão do calendário e dos desfalques causados pela seleção. Fagner foi cortado no dia 2 de setembro, com um diagnóstico de lesão na coxa com três a quatro semanas de recuperação. O lateral, entretanto, treinou nesta segunda-feira, e deve estar em campo diante do Flamengo na quarta.

Com isso, apenas Flamengo e Cruzeiro terão Paquetá e Dedé, respectivamente, potencialmente desgastados. Os clubes se uniram e fretaram um voo para trazer os dois jogadores rapidamente, a tempo de entrar em campo. A situação com Fagner, entretanto, incomodou o rubro-negro, que encara justamente o Corinthians.

Diante disso, Tite fez novas concessões, e prometeu limitar os minutos dos dois jogadores. "Quando eu era técnico de clube, sempre esperava atletas em boas condições de volta. Eu vou tomar pau nisso sempre. Dedé vai jogar, mas não vai jogar o tempo todo. Paquetá não vai jogar de forma que tenha impacto direto depois no Flamengo", afirmou.

Dos dois, apenas o zagueiro será titular -Paquetá deve entrar no decorrer da partida. O confronto será às 21h30 (de Brasília) desta terça, no Fedex Field, em Washington. Cerca de 24 horas depois, às 21h45 desta quarta, o Flamengo recebe o Corinthians, no Maracanã, e o Cruzeiro visita o Palmeiras, no Allianz Parque.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

RUÍNAS

Restauração do Escolástica Rosa começa no 'fim do mês', diz Nupec

Patrimônio histórico tombado foi inaugurado em 1908 à beira-mar e formou gerações de santistas, mas está abandonado, tomado pelo mato e em ruínas

Praia Grande

Neste começo de semana, PAT de Praia Grande está com vagas de emprego

Candidato deve possuir cadastro no PAT de Praia Grande

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter