"Será emocionante dar adeus à Ferrari no Brasil", admite Massa

Contratado pela Williams para a próxima temporada, o brasileiro encerrará um ciclo de oito anos pela equipe italiana

Comentar
Compartilhar
19 NOV 201316h40

Felipe Massa fará no próximo domingo, no GP do Brasil de Fórmula 1, a sua última corrida pela Ferrari. E foi na pista do circuito de Interlagos que o brasileiro viveu as maiores emoções de sua carreira como piloto. Em 2006, logo no seu ano de estreia pela equipe de Maranello, ganhou pela primeira vez a etapa brasileira. Dois anos depois, voltou a vencer em São Paulo e ainda viu o título mundial escapar por muito pouco - ficou com inglês Lewis Hamilton, então na McLaren.

Contratado pela Williams para a próxima temporada, Massa encerrará um ciclo de oito anos pela equipe italiana e reconheceu, em entrevista ao site oficial da escuderia, publicada nesta terça-feira, que "vai ser muito emocionante correr em Interlagos com a Ferrari pela última vez".

Ao lembrar dos seus momentos de glória no GP do Brasil, Massa também disse que ganhar a corrida disputada em casa, para ele, equivale ao mesmo que faturar um campeonato da Fórmula 1, tamanho o desejo de triunfar diante dos torcedores brasileiros.

"Ganhar aqui é uma sensação difícil de explicar. Quando ganhei aqui em 2006, em meu primeiro ano com a Ferrari, foi sem sombra de dúvidas a corrida mais incrível da minha vida. Usava um macacão com as cores amarela e verde de nossa bandeira nacional e estar no lugar mais alto do pódio foi mais do que eu havia esperado em toda a minha vida. Para um brasileiro, ganhar esta corrida é como ganhar o Mundial. Foi a corrida mais emocionante da minha vida e lembro dela como se fosse ontem. Realmente foi a realização de um sonho", ressaltou Massa.

Felipe Massa fará no próximo domingo, no GP do Brasil de Fórmula 1, a sua última corrida pela Ferrari (Foto: Associated Press)

Além disso, Interlagos é considerado uma espécie de "quintal de casa" para Massa, que, antes de se tornar piloto, foi ao autódromo paulistano por anos como um torcedor da Fórmula 1. "Somente correr no GP do Brasil é um sonho para todo piloto brasileiro. Minha carreira esportiva começou em Interlagos, onde corria em karts e também em outras categorias júnior. Antes disso, lembro de estar sentado nas arquibancadas enquanto criança, vendo a Ayrton Senna, Nelson Piquet e inclusive a Rubens Barrichello (com quem correu na F1). Depois, correr aqui, na Fórmula 1, é uma sensação difícil de explicar. Você recebe tanta energia da torcida, de estar no circuito que mais quer, escutar a música nas arquibancadas, sentir todo esse apoio", completou.

A última vitória dele na Fórmula 1, por sinal, foi a do GP do Brasil de 2008. A partir do ano seguinte, principalmente após sofrer sério acidente nos treinos para o GP da Hungria, Massa não conseguiu mais repetir o bom desempenho e passou a amargar a condição de coadjuvante na Ferrari. O brasileiro, porém, ainda tem fresco em sua memória o final de semana glorioso daquele fim de temporada de 2008, apesar de o título ter ficado com Hamilton

"Não ganhei o título, mas ganhei a corrida e também consegui a pole e fiz a volta mais rápida da prova. Então eu fiz tudo perfeito naquele fim de semana, o que o tornou muito especial também", ressaltou o piloto, que, prestes a encerrar mais uma página de sua carreira na Fórmula 1, ainda destacou: "Gostaria de ser lembrado como um componente importante da equipe Ferrari".