Simpósio de Direito e Gestão Esportiva: Organizadores fazem balanço positivo de evento

Abertura oficial aconteceu na Vila Belmiro, com os painéis no auditório do Museu Pelé

Comentar
Compartilhar
30 OUT 2018Por Da Reportagem16h40
Luiz Marcondes, Raquel Lima, Rafael Cobra e Marcio Cruz (da esq para a dir) foram os responsáveis pela organização do eventoLuiz Marcondes, Raquel Lima, Rafael Cobra e Marcio Cruz (da esq para a dir) foram os responsáveis pela organização do eventoFoto: Divulgação/Tática Assessoria

A quinta edição do Simpósio de Direito Desportivo e Esporte da Baixada Santista foi um sucesso. A avaliação é dos organizadores do evento, realizado entre quarta e sexta-feira da semana passada no Salão do Conselho Deliberativo do Santos FC, na Vila Belmiro, e no auditório do Museu Pelé, em paralelo ao III Encontro de Gestão Esportiva e o II Congresso Ibero-Americano de Direito Desportivo.

“O Simpósio é realizado desde 2014 e o Encontro começou em 2016. Este ano, tivemos também o incremento do Congresso do Instituto Ibero-Americano de Direito Desportivo (IIDD), que possibilitou a vinda a Santos de cerca de 20 conferencistas de Portugal, Espanha e vários países da América Latina. Na abertura, contamos ainda com a presença de diversas autoridades. E o sucesso também foi no número de inscritos, quase 150, incluindo advogados, treinadores, gestores esportivos e jornalistas”, comentou o Dr Rafael Cobra, advogado santista especialista em Direito Desportivo e que encabeçou a equipe organizadora do evento.

Desenvolvimento do esporte continental

Presidente do IIDD, o Dr Luiz Marcondes também destacou a importância do Simpósio e do Congresso. “Durante os painéis, ficou clara a unanimidade entre os participantes da necessidade de pensarmos coletivamente no desenvolvimento do Esporte e do Direito Desportivo na região iberoamericana, em especial aqui nas Américas. O evento se tornou um marco para essa iniciativa, que seguirá com a assinatura de um convênio entre instituições jurídico-desportivas na Argentina, em Buenos Aires, no dia 8 de novembro, quando será constituída uma Confederação de Direito Desportivo para dialogar com as principais instituições desportivas, como o COI, FIFA, CONMEBOL e CAS”, disse o advogado, que estará de volta a Santos para o VI Simpósio, no ano que vem, e já pensa na terceira edição do Congresso do IIDD, prevista para 2020.