Preocupado com decisão na quarta-feira, São Paulo estreia contra o Flamengo

O zagueiro Lucão e o meia Boschilia, por se apresentarem nos próximos dias à seleção brasileira sub-20, devem ser escalados

Comentar
Compartilhar
10 MAI 201511h58

A estreia no Campeonato Brasileiro vai passar quase batida pelo calendário do São Paulo neste mês de maio. O time recebe o Flamengo, neste domingo, no estádio do Morumbi, na capital paulista, às 16 horas, mais preocupado com a disputa da Copa Libertadores e deve escalar uma equipe mista.

O técnico Milton Cruz está focado na partida de volta das oitavas de final contra o Cruzeiro, na quarta-feira, em Belo Horizonte, e vai definir os titulares de acordo com o cansaço do elenco. A preferência será por jogadores que não têm chances de atuar nos dois jogos contra o clube mineiro.

O zagueiro Lucão e o meia Boschilia, por se apresentarem nos próximos dias à seleção brasileira sub-20, devem ser escalados. O zagueiro Dória cumpriu suspensão na última quarta-feira e retorna à equipe. O São Paulo ainda trata o Brasileirão em segundo plano porque o mês pode ser decisivo. Se passar pelo Cruzeiro, joga logo nas duas semanas seguintes pelas quartas de final da Libertadores.

As possíveis mudanças para encarar o Flamengo não devem afetar a forma de o time atuar. Milton Cruz já fixou o esquema com três volantes e um atacante centralizado. A partida será a chance para alguns reservas demonstrarem boa atuação e também será especial para um jogador que é praticamente titular. “O Brasileirão é um campeonato muito especial e disputado. Quero estar bem concentrado para poder jogar bem”, disse o meia argentino Centurión, que pela primeira vez vai disputar a competição nacional.

O clima de tranquilidade pela boa fase da equipe e o início de Brasileirão vão possibilitar à diretoria para fazer uma cerimônia no intervalo. O presidente do clube, Carlos Miguel Aidar, vai entregar a ex-jogadores uma placa de agradecimento. O mesmo ato será repetido nos próximos jogos do time no Morumbi.

O São Paulo está preocupado com a decisão na quarta-feira, em Minas (Foto: Divulgação/SPFC)