Portuguesa Santista joga contra Mauaense para se manter no topo da tabela

Briosa volta a Ulrico Mursa após duas rodadas; técnico Serginho destaca evolução da equipe e acredita na vitória

Comentar
Compartilhar
23 MAI 201512h28

A Portuguesa Santista enfrenta neste domingo (24), no estádio Ulrico Mursa, a Mauaense. O jogo é válido pela 6ª rodada do Campeonato Paulista da Segunda Divisão e a Briosa luta para se manter no topo da tabela do Grupo 3, atualmente liderado pelo E.C São Bernardo. A equipe santista ocupa a vice-liderança com dez pontos, um a menos que o Vozão do ABC.

Ciente de que terá pela frente uma equipe de forte marcação, o técnico Serginho fez treinamentos específicos durante a semana e acredita em um bom desempenho do time na volta a Ulrico Mursa após duas rodadas.

“É um jogo complicado, a Mauaense não vinha fazendo uma boa campanha, mas teremos que ser fortes e muito determinados para chegar à vitória. Estamos em evolução, mais consistentes e mais sólidos, temos alternativas para mudar o jogo se for preciso, colocando um time com mais marcação, mais aberto ou mais ofensivo. Acredito na vitória”, comemora o treinador.

Com os treinamentos realizados durante a semana, Serginho tem somente duas dúvidas para definir o time. E elas são na lateral e no ataque. “Só estou em dúvida entre Caíque Ribeiro ou Felipinho e Moacir ou Carlos Henrique, que jogaria como atacante. Nas demais posições serão os jogadores de sempre”, conta.

Assim, a Briosa vai a campo com Pablo, Ítalo, Cícero, Cocada, Caíque Ribeiro ou Felipinho, Joeber, Vinicius, Stefano, Ricardinho, Moacir ou Carlos Henrique e Guilherme Silva.

Briosa tenta se manter no topo da tabela (Foto: Divulgação/Portuguesa Santista)

Promoção

A promoção Torcida do Futuro continua e, para a partida de domingo (24) contra a Mauaense, às 10h, em Ulrico Mursa, a Portuguesa Santista irá comercializar a "meia-entrada especial" para o torcedor que doar produtos de higiene pessoal. Quem fizer a doação paga R$ 5 no ingresso de arquibancada e R$ 10 no de cadeira coberta.

Se o torcedor optar por doar sabonetes, deve levar no mínimo cinco unidades. No caso de creme dental, a doação deve ser de no mínimo duas unidades. Optando por fio dental, a doação mínima é de três unidades. No caso de cotonetes, o torcedor deve levar no mínimo três embalagens.

O ingresso não promocional de arquibancada custa R$ 20 e o de cadeiras cobertas R$ 30. Já a meia-entrada normal, concedida a estudantes, aposentados, professores da rede pública, maiores de 60 anos, crianças até 12 anos e sócios com a mensalidade em dia, é comercializada a R$ 10 a arquibancada e R$ 15 a cadeira coberta.