Nova mordida de Suárez gera polêmica em triunfo uruguaio sobre a Itália

O atacante buscou contato com Chiellini na área italiana e aproveitou a dividida para morder o ombro do zagueiro adversário

Comentar
Compartilhar
24 JUN 201416h52

Que Luis Suárez tem fome de bola, o mundo do futebol já sabia. Mas o uruguaio voltou a mostrar na tarde desta terça-feira que também guarda certo apetite para os defensores. Quando a Celeste já vencia por 1 a 0 na Arena das Dunas, o atacante buscou contato com Chiellini na área italiana e aproveitou a dividida para morder o ombro do zagueiro adversário. O lance gerou muita reclamação por parte dos jogadores da Azzurra e pode render punição à principal esperança de gols do Uruguai.

Vítima dos dentes do Pistolero, Chiellini questiona a atuação da arbitragem no duelo que resultou na eliminação precoce da Itália. “Enquanto jogamos em 11 contra 11, conseguimos estar bem em campo, com boas ações ofensivas e posse de bola. Mas o juiz mudou o jogo com a expulsão de Marchisio e, depois, na mordida que Suárez me deu”, reclama o zagueiro, lembrando ainda do lance que deixou os tetracampeões do mundo com um jogador a menos. “Vamos ver se a Fifa terá coragem de tomar alguma providência”, cobra.

Apesar de ter se livrado de cartão durante a partida, Suárez pode ser suspenso pelo Comitê Disciplinar da Fifa. A entidade tem histórico de punir atletas com base em imagens de transmissão de TV. O exemplo mais recente foi o camaronês Song, que pegou três jogos de gancho por dar uma cotovelada no croata Mandzukic na segunda rodada da fase de grupos da Copa do Mundo.

Ombro do italiano Chiellini ficou marcado (Foto: Reprodução)

Apesar de o vídeo deixar clara a agressão do atacante uruguaio em Chiellini, o técnico Óscar Tabárez prefere manter distância da discussão, argumentando que não chegou a ver o lance. “Se isso aconteceu, acho que o árbitro não viu. Então acho que não merece nenhum comentário”, defende. “Teve coisas muito mais importantes no jogo do que este lance”, analisa.

O treinador ainda lembra que seu comandado é frequentemente capa de jornais pelo comportamento “politicamente incorreto” em campo e pede fim à perseguição. “Além dos erros que Suárez possa ter cometido, ele é o alvo favorito de certos meios de comunicação. Dão muito mais espaço aos erros que aos acertos dele no futebol. Não sei o que estão dizendo, mas tenho certeza que os fãs preferem o Suárez jogador de futebol”, irrita-se Tabárez.

O camisa 9 da Celeste tem histórico “mordedor”. Quando ainda defendia o Ajax, da Holanda, ele foi suspenso por sete jogos após abocanhar um defensor do PSV durante um clássico nacional. Mais recentemente, já com a camisa do Liverpool, Suárez matou a fome com o braço do sérvio Ivanovic em duelo válida pelo Campeonato Inglês e ficou dez partidas de molho. Na Copa do Mundo, se for julgado e suspenso pelo Comitê Disciplinar da Fifa, Luisito desfalcará o Uruguai nas oitavas de final. A Celeste espera as partidas da última rodada do grupo C para conhecer o próximo adversário.