"Não vim para recuperar um jogador", diz Enderson sobre Damião

O treinador não revelou se colocará o atacante entre os titulares neste sábado, contra o Vitória, no Pacaembu

Comentar
Compartilhar
03 SET 201417h55

Colocar Leandro Damião no banco de reservas pesou na demissão de Oswaldo de Oliveira, que deixou de ser técnico do Santos na última terça-feira. É com esta pressão de recuperar o centroavante, que custou R$ 42 milhões, que Enderson Moreira, no técnico do Peixe, chega ao clube.

“Não vim para cá recuperar um jogador. Tenho de fazer a equipe do Santos produzir bem. Acompanhei alguns jogos e a equipe produziu bem, tem de melhorar e conquistar os resultados”, avisou o treinador, que já trabalhou com o centroavante.

“Eu tive uma passagem com o Leandro Damião no Inter B. Sabemos do potencial dele. Como todos os atletas, passa por umas fases, umas dificuldades. Estou reencontrando o Leandro depois de quatro, cinco anos. O meu objetivo, como treinador, é sempre tirar o máximo de cada atleta, é o que me proponho a fazer diariamente”, disse Enderson.

Sem se firmar no Santos, Leandro Damião frequentemente é criticado pelos torcedores alvinegros (Foto: Ricardo Saibun/Santos FC)

O treinador não revelou se colocará o atacante entre os titulares neste sábado, contra o Vitória, no Pacaembu. No último jogo, derrota por 1 a 0 para o Botafogo, Damião ficou no banco mesmo diante da ausência de Gabriel, convocado para a Seleção Brasileira sub-21.

“Ainda tenho o treinamento de amanhã (quinta) e sexta. Já tenho na minha cabeça (a escalação), mas ainda vou acompanhar os treinamentos para que possa ter mais convicção”, afirmou Enderson.