Muricy justifica Luis Fabiano fora: "Não quero mais ou menos"

O camisa 9 voltou a atuar neste meio de semana, na vitória sobre o Atlético Nacional, depois de ser desfalque em seis partidas por conta de lesão muscular na coxa esquerda

Comentar
Compartilhar
01 NOV 201312h35

Luis Fabiano não vai para a partida de domingo, contra a Portuguesa, para chegar inteiro fisicamente na quarta-feira, dia em que o São Paulo visita o Atlético Nacional, em Medellín. Segundo o técnico Muricy Ramalho, o atacante não reúne condições físicas ideais ou, em outras palavras, teria que jogar "meia boca".

"A gente está preocupado em relação a isso, porque não adianta pôr jogador para jogar toda hora se ele não está no nível adequado. Às vezes, o jogador até quer jogar, porque a coisa mais chata é ficar treinando, como ele vai ficar neste fim de semana. Mas alguém ter que dar um rumo nisso. É difícil, porque jogador não fica satisfeito", disse.

"Tenho um pouco de experiência nisso. Não dá para ele fazer como os outros estão fazendo, porque aí ele nunca vai se recuperar. Tem que ter paciência para estar 100% para jogar, mas vai chegar nesse nível. Tenho que tomar decisões, senão fica tudo mais ou menos, fica meio jogador. Tem que tomar atitude, e eu tomo mesmo", continuou.

O camisa 9 voltou a atuar neste meio de semana, na vitória sobre o Atlético Nacional, depois de ser desfalque em seis partidas por conta de lesão muscular na coxa esquerda. Já depois daquela partida, Muricy indicou que iria segurá-lo para o duelo de volta das quartas de final da Copa Sul-americana, contra a equipe colombiana.

Segundo o técnico Muricy Ramalho, o atacante não reúne condições físicas ideais ou, em outras palavras, teria que jogar

Na manhã desta sexta-feira, Luis Fabiano esteve com o restante do elenco apenas no aquecimento e no futevôlei. Mais tarde, no momento em que os dez prováveis titulares foram separados para alongar a musculatura, ele se juntou aos reservas em trabalho de preparação física.

Muricy não confirmou, mas a provável escalação que vai a campo às 19h30 (de Brasília) deste domingo é Rogério Ceni; Paulo Miranda, Rodrigo Caio e Antônio Carlos; Douglas, Denilson, Maicon, Ganso e Reinaldo; Ademilson e Aloísio.