Mesmo com retorno de Léo, Muricy mantém Palmieri e justifica decisão

O treinador deseja dar uma continuidade ao ala, campeão com o sub-20 do Santos da última Copa São Paulo de Juniores

Comentar
Compartilhar
15 MAR 201320h39

Mesmo com o retorno do lateral-esquerdo Léo, o técnico Muricy Ramalho confirmou a manutenção do jovem Emerson Palmieri no setor, para o jogo contra o Guarani, neste sábado, na Vila Belmiro. O treinador deseja dar uma continuidade ao ala, campeão com o sub-20 do Santos da última Copa São Paulo de Juniores, e por essa razão o veterano Léo deve ficar apenas como opção no banco de reservas diante do Bugre, em confronto válido pela 12ª rodada do Campeonato Paulista.

“O Emerson teve a oportunidade (na vitória sobre o Atlético Sorocaba, na última rodada) e foi bem. Ele melhorou bastante no segundo tempo. Mas, como é difícil ver o jogador uma vez só, estamos dando uma sequência. No ano passado, ele teve chances, mas não mostrou tanto, talvez não fosse a hora”, analisou Muricy.

O comandante do Peixe acredita que, por ser uma das principais promessas do clube praiano para o futuro, este é o momento ideal para Emerson Palmieri mostrar o seu valor no elenco principal alvinegro. Vale lembrar que, recentemente, conselheiros santistas chegaram a cobrar uma maior utilização do lateral por parte de Muricy Ramalho.

Apostando em Palmieri, o técnico destacou que Léo, a principio, é o titular da posição, mas que o próprio atleta compreende a necessidade de se testar um jovem, tendo em conta os próximos anos – o contrato de Léo é válido somente até o final desta temporada e ele pode se aposentar depois deste período. “O Léo é titular, tem experiência, e é um jogador que todos conhecem. Agora, eu entendo que o menino precisa ser olhado mais um pouco. Por isso, essa sequência é importante para ele”, ponderou.

O garoto Emerson ganhou a disputa com o veterano Leó e foi bancado por Muricy para pegar o Guarani (Foto: Divulgação/Santos FC)

Desta forma, com Emerson Palmieri confirmado na ala esquerda e o centroavante André no ataque, mesmo com o argentino Miralles recuperado de um edema na coxa esquerda, a única mudança na equipe, em relação ao time que esteve em campo contra os sorocabanos, é o retorno de Neymar. A Joia cumpriu suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo na última rodada e volta diante dos campineiros.

Sendo assim, o Santos deve jogar com a seguinte formação contra o Guarani: Rafael; Bruno Peres, Edu Dracena, Durval e Emerson Palmieri; Renê Júnior, Arouca, Cícero e Montillo; Neymar e André.