Lucas Silva chega ao Real e garante: 'Me sinto preparado para honrar a camisa'

"Me sinto bem e preparado para honrar esta camisa, que é a do melhor clube do mundo", declarou, já entoando um grito da torcida do Real

Comentar
Compartilhar
26 JAN 201512h07

O volante Lucas Silva foi apresentado oficialmente nesta segunda-feira como novo reforço do Real Madrid. Recebido com grande festa pela torcida madrilenha, o ex-jogador do Cruzeiro foi ao gramado do Santiago Bernabéu para tirar fotos e depois recebeu a camisa 16, a mesma que usava no time mineiro, das mãos do presidente Florentino Pérez.

"Me sinto bem e preparado para honrar esta camisa, que é a do melhor clube do mundo. Desde pequeno eu gosto do Real Madrid, estou muito contente com a cidade e seguro de que vou viver muito bem por aqui. Muito obrigado e 'hala Madrid!'", declarou, já entoando um grito da torcida do Real.

Aos 21 anos, Lucas Silva custou 14 milhões de euros (cerca de R$ 40,5 milhões) aos cofres madrilenhos. Revelado nas divisões de base do Cruzeiro, o volante teve uma ascensão meteórica e em cerca de dois anos no time profissional passou de promessa para titular absoluto e um dos destaques da campanha do bicampeonato brasileiro. Até pela curta carreira, ele sabe precisará buscar seu espaço na Espanha.

"Estou muito feliz por estar aqui. Eu agradeço a Deus, aos presidentes do Cruzeiro e do Real Madrid e às pessoas que participaram (da negociação). Estou muito contente e animado. Chego ao Real Madrid para aprender e, principalmente, para ajudar. É um sonho", afirmou nesta segunda.

Lucas Silva chega ao Real e garante: 'Me sinto preparado para honrar a camisa' (Foto: Reprodução/Instagram Real Madrid)

Florentino Pérez falou sobre o reforço e exaltou sua qualidade técnica. "A busca pelo talento, pela qualidade e o esforço foi o que fez com que contratássemos um jogador com tanto potencial, vindo de uma terra onde futebol é uma religião. Hoje chega a nosso clube um dos melhores meio-campistas do Brasil."

O presidente também garantiu que Lucas Silva vai corresponder à aposta feita pelo Real. "No Cruzeiro, ele foi determinante para vitória importantes e só peço que se entregue ao máximo, com máxima paixão por esta camisa. Se hoje chegar a nosso clube, é porque estamos convencidos de que é um desses jogadores capazes de enfrentar os maiores níveis de exigência."

Colunas

Contraponto