SABESP AGOSTO MOB

Jô reestreia com gol e Corinthians se garante na semifinal

Timão vence por 2 a 0 no Morumbi e elimina o Bragantino, time de melhor campanha na fase de grupos

Comentar
Compartilhar
30 JUL 2020Por Folhapress21h12
Jô marcou o segundo gol do jogo em sua volta ao CorinthiansFoto: REPRODUÇÃO

Com gol de Jô em sua restreia com a camisa alvinegra, o Corinthians derrotou o Red Bull Bragantino por 2 a 0 nesta quinta-feira (30), no Morumbi, e avançou para a semifinal do Campeonato Paulista. O Tião terá pela frente o Mirassol, que eliminou o São Paulo em pleno Morumbi, enquanto o Red Bull Bragantino, campeão paulista uma única vez em 1990, vai iniciar sua preparação para a disputa do Brasileiro. Ponte Preta x Palmeiras será a outra semifinal.

Para chegar à semifinal, o Timão contou com a força de um velho conhecido. Revelado nas categorias de base do Parque São Jorge, o goleiro Júlio César, que defende o time do interior há três anos, não conseguiu segurar um chute rasteiro e no meio do gol, realizado da intermediária pelo volante Éderson, logo aos 27 segundos de jogo.

Torcedor declarado do time corintiano, Júlio César também teve sua carreira marcada por uma falha no período em que defendeu o clube, coincidentemente em uma disputa de mata-mata pelo Estadual. Foi nas quartas de final da edição de 2012 que o goleiro falhou em dois dos três gols sofridos na eliminação para a Ponte Preta e acabou perdendo a posição para Cássio na sequência da temporada, uma das mais vitoriosas da história do clube, quando foram conquistados os títulos da Libertadores e do Mundial.

Nesta quinta, o erro do goleiro custou a eliminação do time de Bragança, dono da melhor campanha do Paulista na fase de grupos, a exemplo do que havia feito em 2019, quando a.também caiu no primeiro mata-mata, diante do Santos.

No torneio deste ano, contudo, o clube do interior conta com parceria de uma empresa austríaca de energéticos, que modificou o nome da agremiação após um investimento de R$ 50 milhões. O principal fruto colhido até agora foi o título da Série B do Campeonato Brasileiro do ano passado.

Ao Corinthians, a classificação à semifinal não só mantém viva a busca pelo tetracampeonato como dá mais tranquilidade ao técnico Tiago Nunes, pressionado pelo fraco desempenho do time no período que antecedeu a pausa no futebol devido à pandemia do novo coronavírus.

Com uma campanha irregular, a equipe corintiana somou 11 pontos em 10 rodadas, com duas vitórias, cinco empates e três derrotas. Nas duas rodadas finais da fase de grupos, na retomada do torneio, além de superar Palmeiras e Oeste, precisou contar com dois tropeços do Guarani para chegar às quartas.

Em meio às dificuldades no Estadual, o Corinthians também acabou eliminado precocemente na disputa da Taça Libertadores, em fevereiro, logo na segunda fase preliminar da competição continental, diante do Guaraní (PAR).

 

Mesmo classificado à semifinal contra o Mirassol, o futebol apresentado pelos corintianos ainda está longo do esperado pelos torcedores corintianos. Depois do gol com a falha de Júlio César, a equipe alvinegra teve dificuldade para criar novas chances de gol.

Assim como em toda primeira fase, o time não sofria com a falta de criatividade no meio de campo, certa lentidão nas laterais, e tocava a bola sem muito objetividade.

Nas poucas vezes em que chegou inteiro ao ataque, a falta de ritmo de jogo do atacante Jô freava ao ataque alvinegro.

Contratado no mês passado, o artilheiro não atuava desde dezembro do ano passado, quando fez a sua última partida pelo Nagoya Grampus, do Japão. A estreia dele, contudo, foi acelerada em razão da lesão sofrida pelo argentino Mauro Boselli na última rodada da fase de grupos.

A despeito de estar fora de fora, Jô ainda conseguiu ser decisivo na partida, ao marcar o segundo gol da equipe corintiana, em bola parada, de cabeça, após cobrança de escanteio, aos 19 minutos da etapa final, definindo o placar no Morumbi e confirmando a classificação do Corinthians às semifinais do Paulistão 2020.

RED BULL BRAGANTINO 0 x 2 CORINTHIANS
RED BULL BRAGANTINO
Júlio César; Aderlan (Weverton); Fabrício Bruno, Ligger e Edimar; Ricardo Ryller (Weverson), Matheus Jesus e Vitinho (Claudinho); Artur, Morato (Matheus Peixoto) e Ytalo (Alerrandro). T.: Felipe Conceição

CORINTHIANS
Cássio; Fagner, Gil, Danilo Avelar e Carlos Augusto; Gabriel, Éderson, Ramiro (Michel Macedo), Mateus Vital (Sidcley) e Luan (Araos); Jô. T.: Tiago Nunes

Estádio: Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro: Raphael Claus
Auxiliares: Neuza Ines Back e Daniel Paulo Ziolli
VAR: Thiago Duarte Peixoto
Cartões amarelos: Fagner, Mateus Vital e Carlos (COR); Ytalo e Artur (RBB)
Gols: Ederson (COR), aos 27seg do 1º T; Jô, aos 19min do 2º T