Hamilton vence e Raikkonen impede dobradinha da Mercedes no fim

O brasileiro Felipe Massa (Williams), prejudicado por um problema em seu carro, precisou largar dos boxes e terminou na 10ª colocação

Comentar
Compartilhar
19 ABR 201513h58

O britânico Lewis Hamilton venceu o Grande Prêmio do Bahrein, disputado na tarde deste domingo. Na penúltima volta da corrida, o experiente finlandês Kimi Raikkonen (Ferrari) impediu uma dobradinha da Mercedes ao ultrapassar o alemão Nico Rosberg.

O brasileiro Felipe Massa (Williams), prejudicado por um problema em seu carro, precisou largar dos boxes e terminou na 10ª colocação. Já Felipe Nasr, mais um representante nacional, fez corrida discreta e não conseguiu terminar na zona de pontuação (12ª).

Depois da série de corridas no continente asiático, a Fórmula 1 promove sua primeira disputa na Europa no próximo dia 10 de maio, com o Grande Prêmio da Espanha. A prova a ser disputada no circuito catalão é a quinta etapa do atual campeonato mundial.

A Corrida – Com problemas no carro, provavelmente na parte elétrica, o brasileiro Felipe Massa (Williams), posicionado na sexta colocação do grid, não partiu para a volta de apresentação. Assim, o foi obrigado a largar dos boxes, após a passagem de todo o pelotão.

O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) defendeu a pole position com sucesso e assumiu a liderança da corrida, seguido pelo alemão Sebastian Vettel (Ferrari). Nico Rosberg (Mercedes), também alemão, perdeu o terceiro lugar para o finlandês Kimi Raikkonen (Ferrari) na largada, mas recuperou-o logo na quarta volta.

O britânico Lewis Hamilton venceu o Grande Prêmio do Bahrein (Foto: Associated Press)

O brasileiro Felipe Nasr (Sauber) ficou na 12ª colocação. Massa, incentivado por sua equipe através do rádio, procurou pilotar de forma agressiva e passou a ganhar posições. Na nona volta, Rosberg causou faíscas ao ultrapassar Vettel e assumiu a segunda colocação.

Após a primeira rodada de pit stops, Rosberg voltou atrás de Vettel, mas passou o ferrarista com facilidade na 16ª volta. No pelotão intermediário, os xarás Felipe Massa e Felipe Nasr, únicos representantes do Brasil, chegaram a brigar diretamente por posição.

Com uma parada a menos que os concorrentes, Raikkonen chegou a liderar temporariamente na 35ª volta. Dois giros depois, Vettel, companheiro do finlandês na Ferrari, foi obrigado a parar nos boxes para trocar a asa dianteira, o que praticamente tirou-o da briga por um lugar no pódio.

Felipe Massa remou bastante após largar dos boxes, mas não conseguiu passar da 10ª colocação, duas à frente do compatriota Felipe Nasr. Vettel se recuperou e cruzou a linha de chegada em quinto, atrás de Hamilton, Raikkonen, Rosberg e do finlandês Valtteri Bottas.

O Grande Prêmio do Bahrein foi péssimo para a tradicional equipe McLaren. Depois de nem sequer marcar tempo no treino classificatório, o britânico Jenson Button, por falta de confiabilidade do carro, ficou fora da corrida. Já espanhol Fernando Alonso não passou da 11ª posição.