Ele foi educado comigo e eu fui educado com ele, diz Neymar

No momento da confusão, Neymar entendeu que o técnico do Ituano, Roberto Fonseca havia o chamado de macaco.

Comentar
Compartilhar
31 JAN 201318h20

Durante a coletiva de imprensa desta quinta-feira (31), no CT Rei Pelé, Neymar foi questionado sobre a polêmica discussão que teve com o técnico do Ituano, Roberto Fonseca, durante a partida de quarta-feira, vencida pelo Peixe por 1 a 0.

No momento da confusão, Neymar entendeu que Fonseca havia o chamado de macaco. O camisa 11 do Peixe passou a questionar o técnico e alertou a arbitragem, mas Fonseca disse que apenas o chamou de cai-cai.

“É uma coisa séria, chata para quem escuta. Acabei escutando sim, mas não tenho certeza da boca de quem foi, tanto que eu voltei para perguntar”, disse o craque, que havia se envolvido em polêmica com o jogador Nunes, do Botafogo-SP uma semana antes.

“Acho que ele fugiu da ética do futebol. Ele não tem o direito de falar com o jogador da equipe adversária, se eu sou cai-cai ou não, ele não tem que falar, não tem que abrir a boca, ele tem que olhar para a equipe dele, organizar a equipe dele”, comentou o carque, que não se arrepende de ter retrucado o técnico do Ituano.

“Da mesma maneira que ele falou comigo, eu retruquei. Da mesma forma que ele foi educado comigo eu fui educado com ele. Quando eu virei as costas eu escutei (alguém chama-lo de macaco) e voltei para perguntar, mas fica por isso mesmo. Já foi”, disse Neymar, colocando um ponto final na história.

Neymar concedeu entrevista coletiva nesta quinta-feira no CT Rei Pelé (Foto: Tiago Salazar/DL)

Confira mais sobre a a coletiva de imprensa na Galeria de Imagens: