Após ser atingido por morteiro, goleiro russo deve voltar a atuar no domingo

Akinfeev chegou a ir para o hospital na sexta, após ser atingido pelo morteiro, com queimaduras e uma concussão, além de uma lesão no pescoço

Comentar
Compartilhar
30 MAR 201515h37

O goleiro Akinfeev foi protagonista de um lance que chocou o mundo do futebol na última sexta-feira, ao ser atingido por um morteiro lançado pela torcida segundos após o início do duelo entre Montenegro e Rússia, pelas Eliminatórias da Eurocopa do ano que vem. Apesar do susto, o atleta russo não teve maiores ferimentos e, já recuperado, deverá voltar a atuar no domingo pelo seu clube, o CSKA Moscou.

Akinfeev chegou a ir para o hospital na sexta, após ser atingido pelo morteiro, com queimaduras e uma concussão, além de uma lesão no pescoço. Ele ficou em observação, mas foi liberado pouco depois. O confronto entre Montenegro e Rússia, em Podgorica, ficou paralisado por 30 minutos, teve continuidade, mas foi suspenso definitivamente no segundo tempo por uma confusão generalizada. O placar estava empatado em 0 a 0.

Apesar do susto, o atleta russo não teve maiores ferimentos (Foto: Reprodução)

Já recuperado, Akinfeev voltou com a delegação russa para Moscou onde a seleção enfrenta o Casaquistão em amistoso nesta terça-feira, mas foi cortado da partida. A expectativa, segundo o auxiliar-técnico do CSKA, Viktor Onopko, é de que ele volte a treinar justamente na terça para estar apto a enfrentar o Zenit no domingo.