Após eliminação, Herrera sai de campo descontente com arbitragem

"Meus jogadores caíram várias vezes e o juiz não marcou nada”, disse Miguel Herrera, técnico da seleção mexicana

Comentar
Compartilhar
29 JUN 201415h53

Após a vitória de virada por 2 a 1 da Holanda, que resultou na desclassificação da seleção do México, o técnico Miguel Herrera decidiu questionar a arbitragem liderada pelo português Pedro Proença. O comandante mexicano saiu de campo lamentando a desclassificação nas oitavas, mas exaltou o trabalho feito pela equipe latino-americana.

“Treinamos um bom tempo. Fizemos um bom trabalho. Infelizmente, começamos a dar oportunidade para um time que não estava fazendo nada antes. Meus jogadores caíram várias vezes e o juiz não marcou nada”, disse Miguel Herrera. A equipe do México vencia até os 43 minutos, quando a Holanda empatou e virou nos acréscimos.

Maioria no Estádio Castelão, em Fortaleza, a torcida mexicana fez uma festa bonita no duelo contra a Holanda, assim como fez em toda a fase de grupos, mas ficou desolada com a derrota. O técnico mexicano agradeceu todo o apoio. “Muito obrigado a toda a torcida, infelizmente não conseguimos o resultado que queríamos”.

Após a vitória de virada por 2 a 1 da Holanda, que resultou na desclassificação da seleção do México, o técnico Miguel Herrera decidiu questionar a arbitragem liderada pelo português Pedro Proença (Foto: Tiago Salazar/DL)