Alex Ferguson vê Neymar como único capaz de se igualar a CR7 e Messi

Até o momento, Neymar vem impressionando com 26 gols pelo Barça na temporada, formando a dupla “NeyMessi” ao lado do craque argentino

Comentar
Compartilhar
03 ABR 201516h00

Neymar ainda não está no mesmo nível de Cristiano Ronaldo e Messi, mas parece ser o único capaz de alcançar os craques, que dividem o posto de melhor do mundo há sete anos. Ao menos, é essa a avaliação do técnico Alex Ferguson, que comandou o Manchester United por 26 anos.

“Aquele garoto, o Neymar, tem muita publicidade sobre seu potencial, mas acho que isso ainda não foi provado. A maioria das pessoas com quem converso falam muito bem do menino. Quando treinei o Anderson no United, ele só tinha elogios para a habilidade de Neymar. Então acredito que ele seja o próximo a demonstrar o tipo de talento que vemos em Messi e Cristiano Ronaldo”, analisou o britânico.

“Nós sempre esperamos que clubes como Bayern de Munique, Barcelona, Real Madrid e Manchester United produzam esse tipo de jogador, mas para ser honesto, ainda não vejo nenhum outro jogador se destacando no momento como os dois (CR7 e Messi)”, comentou o ex-treinador.

Até o momento, Neymar vem impressionando com 26 gols pelo Barça na temporada, formando a dupla “NeyMessi” ao lado do craque argentino. Em seu primeiro ano no clube, o brasileiro anotou apenas 15.

Alex Ferguson vê Neymar como único capaz de se igualar a CR7 e Messi (Foto: Alberto Saizs)

Ferguson aproveitou para comentar as recentes críticas recebidas por Carlo Ancelotti sobre seu trabalho à frente do Real Madrid. Segundo o britânico, o italiano não precisa se preocupar com a ameaça que ronda seu cargo, uma vez que o time merengue venceu a sua décima Liga dos Campeões há menos de um ano.

“Eu acho que esse trabalho é difícil, ainda mais se as eleições estão a caminho. O Real Madrid e o Barcelona têm eleições a cada três anos, então não importa quem é o treinador. Presidentes são eleitos com base no sucesso do time, e que jogadores ele pode contratar, que técnico ele vai escolher... Não tenho dúvida de que isso funciona assim, mas não acho que o Carlo está sob pressão. Tem mais a ver com as dinâmicas de um clube de futebol”, declarou, aproveitando para elogiar o italiano.

“Para mim, o Carlo é um dos melhores técnicos do mundo e um dos meus maiores adversários na carreira. Eu não me preocuparia quanto ao futuro dele. É um cara excelente, estive no jogo do Real Madrid contra o Schalke 04 e ele foi fantástico, não consigo elogiá-lo o bastante. É um ser humano fantástico e um grande treinador”, concluiu Ferguson.