Ainda sem renovar, Tite descarta outro clube brasileiro em 2014

Dirigentes corintianos estão confiantes em um "sim" do treinador e até já lhe deram total liberdade para reformular o elenco

Comentar
Compartilhar
01 NOV 201319h08

O técnico Tite ainda não definiu se renova ou não com o Corinthians, mas colocou um ponto final nas especulações de que pode ir para Internacional ou Santos em 2014 "Eu não sou cara de meias palavras, não é nenhum demérito aos outros clubes. No Brasil só tem um que eu possa continuar trabalhando e é o Corinthians".

Com as portas abertas dos dirigentes para a renovação do acordo por mais um ano - o presidente Mário Gobbi é fã confesso do trabalho do treinador e prega pela manutenção - Tite definiu que só sentará para definir seu futuro após o time alcançar os 47 pontos e chegar na tão pregada "zona de conforto". "Não vou pular de galho, isso não faço (trocar imediatamente de clube). A não ser que seja um time no exterior e isso a direção já sabe há 40 dias".

Os dirigentes estão confiantes em um "sim" de Tite que até já deram ao treinador total liberdade para reformular o elenco. E a mudança será grande, principalmente no ataque. Dois atacantes prontos para jogar ao lado de Guerrero e outros dois jovens para compor o elenco devem ser contratados.

Tite ainda não definiu se renova ou não com o Corinthians (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

A diretoria do Corinthians não gostou nada do desempenho ofensivo da equipe no segundo semestre e já vasculha o mercado para a montagem de um novo ataque para 2014. Nos planos, Alexandre Pato não aparece. Guerrero é o único garantido para a próxima temporada.

Alexandre Pato tem grandes chances de sair em janeiro. No clube, dizem que ele não se adaptou ao estilo do Corinthians e pode ser vendido até abaixo dos R$ 40 milhões investidos na sua contratação. Há a possibilidade de ele ser envolvido em uma troca com Leandro Damião, do Internacional, ou Wellington Nem, do Shakhtar Donetsk. Bernard, pouco utilizado no clube ucraniano, também é observado. Tottenham e Arsenal, da Inglaterra, e a Roma, da Itália, são clubes que demonstraram interesse em Pato.

Romarinho vive inferno astral no Corinthians desde que o clube bateu o pé e não o negociou no meio do ano. Ele tinha três sondagens da Europa e uma da Ásia. Não saiu, deixou de fazer gols e agora está virando moeda de troca. Com Emerson, o clube buscará acordo para romper o contrato, renovado até 2015. Ele perdeu a confiança pela queda de rendimento, as polêmicas e os seguidos atrasos.