PIB dos EUA no 3º tri é revisado para alta de 3,6%

O resultado marca o desempenho mais forte da economia dos EUA desde o primeiro trimestre de 2012 e se segue à expansão de 2,5% registrada no segundo trimestre

Comentar
Compartilhar
05 DEZ 201315h19

A economia dos EUA teve expansão mais rápida do que inicialmente estimado no terceiro trimestre deste ano, de acordo com a segunda estimativa do Produto Interno Bruto (PIB) norte-americano, divulgada nesta quinta-feira pelo Departamento do Comércio. O PIB do país cresceu a uma taxa anual de 3,6% entre julho e setembro, mais do que a alta de 3,2% prevista por analistas consultados pela Dow Jones Newswires. Na primeira leitura, o PIB dos EUA havia indicado avanço de 2,8%.

O resultado marca o desempenho mais forte da economia dos EUA desde o primeiro trimestre de 2012 e se segue à expansão de 2,5% registrada no segundo trimestre.

O avanço do PIB, no entanto, se deveu basicamente aos estoques de empresas. A alta nos estoques contribuiu com 1,68 ponto porcentual ao resultado do terceiro trimestre, o que representa uma forte revisão para cima em relação à primeira estimativa, de 0,83 ponto porcentual. As vendas finais reais, que correspondem ao PIB sem alterações nos estoques, cresceram apenas 1,9% no trimestre.

Os gastos dos consumidores, que respondem por mais de dois terços do PIB, cresceram a uma taxa relativamente fraca de 1,4% no terceiro trimestre, o menor nível de expansão desde o fim da recessão.

A economia dos EUA teve expansão mais rápida do que inicialmente estimado no terceiro trimestre deste ano, de acordo com a segunda estimativa do PIB norte-americano (Foto: Divulgação)

Por outro lado, os gastos dos governos estatuais e municipais subiram 1,7% no trimestre, o maior ganho desde 2009.