X
INTERNET

Passo a passo pode ajudar na hora de encontrar bons fornecedores para e-commerce

Antes mesmo de abrir a sua loja em um marketplace ou e-commerce próprio, uma das questões de extrema importância é em relação aos fornecedores

Qualidade dos seus produtos e o preço que irá cobrar dependem muito do fornecedor que escolher / Marcello Casal Jr. / Agência Brasil

Antes mesmo de abrir a sua loja em um marketplace ou e-commerce próprio, uma das questões de extrema importância é em relação aos fornecedores. Afinal de contas, a qualidade dos seus produtos e o preço que irá cobrar dependem muito do fornecedor que escolher. Não há dúvidas de que esse é um grande desafio para quem deseja começar a empreender e, por isso, o Magis5, Hub de Integração e Automação para vender em marketplaces, lista seis dicas fundamentais.

ANÁLISE.
O primeiro passo é realizar uma análise interna das necessidades do seu negócio, já que raramente um fornecedor que funciona muito bem para um empreendimento será uma boa escolha para outro, já que cada um possui necessidades e demandas específicas. Por isso, antes de começar a pesquisar fornecedores, é importante responder algumas perguntas, como: Quais itens meu e-commerce precisa? Qual quantidade? Qual o giro médio de estoque? Qual o prazo ideal para esses itens serem entregues? Onde vou estocar os produtos? Meu e-commerce funcionará por encomenda ou entrega instantânea? As respostas a essas perguntas serão cruciais para começar a entender melhor o que procura.

PESQUISE.
Reserve um tempo para realizar uma busca minuciosa na internet, em diversos canais de pesquisa, como Google, Facebook e WhatsApp. Nestes canais, você encontrará diversos grupos e comunidades, de diferentes setores do e-commerce que se comunicam, e, assim, será possível não só encontrar fornecedores, como também conversar com seus responsáveis, de forma direta e rápida. 

LOCAL.
Quanto mais próximo estiver o seu fornecedor, mais provável que ele consiga ter um tempo de entrega mais rápido, e isso sempre deve ser levado em conta na hora de fechar uma parceria. Nas datas especiais para o e-commerce, como Dia das Mães, Dia dos Namorados, Black Friday e Natal, os fornecedores locais podem ser parceiros estratégicos para a manutenção do seu estoque. 

DIÁLOGO.
Os fabricantes sabem quais empresas revendem seus produtos e, por isso, podem vender diretamente para você, cortando o custo do intermediário. É possível começar contato com fabricantes em comunidades, fóruns online e redes de contato de varejistas.

PREÇOS.
Estude qual fornecedor oferece os melhores preços e formas de pagamento. Obviamente é importante comprar produtos de boa qualidade, porém, fornecedores que possuem preços muito altos, ou não são flexíveis com o pagamento, irão prejudicar o crescimento do seu negócio. Compare a qualidade dos produtos dos fornecedores e veja qual possui melhor custo-benefício-qualidade. 

PRODUTO.
Avaliar o produto de todos os fornecedores é essencial para garantir que venda um item de qualidade para o seu cliente. Neste momento, é importante definir qual será o posicionamento do seu e-commerce em relação ao público-alvo. Afinal, quanto mais diferenciado o produto que irá revender, mais caro será para você e, consequentemente, o valor será maior para o consumidor final. 

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Guarujá

Workshop sobre de gestão portuária e empresarial acontece na quinta-feira (30)

As inscrições podem ser realizadas até a próxima segunda-feira (27); haverá certificação internacional para os participantes

Litoral Norte

Inverno quente no Circuito Litoral Norte de São Paulo: atrativos e eventos agitam a temporada

Mesmo durante a estação mais fria do ano, as cinco cidades continuam formando um dos principais destinos do estado para curtir a natureza

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software