Taxa de uso do Fies fica acima da meta do governo

De acordo com portaria do FNDE, o "resultado acumulado de 2014" foi de 39,27%, enquanto que a meta pretendida de utilização do benefício era de apenas 15% para o período

Comentar
Compartilhar
24 FEV 201516h56

A taxa de utilização do Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies) em 2014 ficou muito acima da meta estipulada pelo governo para o ano. De acordo com portaria do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia gestora do Fies, o "resultado acumulado de 2014" foi de 39,27%, enquanto que a meta pretendida de utilização do benefício era de apenas 15% para o período.

A portaria, publicada no Diário Oficial da União, divulga o Painel de Gestão do FNDE do exercício de 2014. O documento mostra o desempenho e os indicadores de várias ações do FNDE. A taxa de custeio da educação infantil, por exemplo, ficou em 77,57% no acumulado do ano, bem abaixo da meta de 90%. Também ficou aquém da meta a taxa de escolas conectadas em banda larga, com 69,72%, quando o esperado era um índice de 100%. Quanto à execução orçamentária, o FNDE superou a meta do ano. O órgão programou executar 92,50% de seu orçamento para 2014, mas conseguiu alcançar 97,57%.

O Painel de Gestão do FNDE de 2014 ainda trata de indicadores relacionados a recursos técnicos e financeiros, controle social, gestores educacionais,prestação de contas e valorização de servidores.

A taxa de uso do Fies ficou acima da meta do governo (Foto: Divulgação)