Sinfônica de Cubatão abre temporada 2015 de concertos musicais

Apresentação será no próximo sábado (14), a partir das 20h30, no Bloco Cultural

Comentar
Compartilhar
10 MAR 201518h29

A Banda Sinfônica de Cubatão abre oficialmente a temporada 2015 de concertos musicais no próximo sábado (14). A apresentação será às 20h30, no Bloco Cultural (Praça dos Emancipadores, s/nº), com entrada gratuita. A batuta será, novamente, dividida entre o regente-interino Ulysses Damacena, o regente-assistente Leonardo Corassari e o coordenador dos Grupos Artísticos de Cubatão, maestro Roberto Roberto Farias.

O repertório está recheado de música erudita da melhor qualidade e traz compositores como Villa-Lobos, Alfred Reed e Villani-Côrtes, entre outros de muita importância para o universo sinfônico, a começar com Scott Boerman e sua "Cityscape". É uma fanfarra sinfônica, que transcende a forma original do gênero e relata, musicalmente, o panorama constante em uma grande metrópole, como o barulho das construções, por exemplo. 

Já do norteamericano Alfred Reed, será executada a obra "The sounds os spring", inspirado em um poema de Algernon Charles Swinbume. A peça é uma das obras mais representativas do compositor pelo seu caráter vibrante. Momento especial deve acontecer durante "Concerto para trompete e Banda Sinfônica", uma homenagem aos 85 anos do compositor Edmundo Villani-Côrtes, um dos mais importantes nomes da música erudita no País. Esta peça traz como solista o músico Thiago Araújo, uma das grandes revelações do talento cubatense, finalista do Programa "Prelúdio" da TV Cultura e, atualmente, bolsista da Academia da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp).

A Banda Sinfônica de Cubatão abre oficialmente a temporada 2015 de concertos musicais no próximo sábad (Foto: Divulgação)

O genial Heitor Villa-Lobos também será destaque neste espetáculo, com "Danças Africanas", em uma primorosa transcrição de Guilherme Sparrapan, especialmente encomendada pela Banda Sinfônica de Cubatão. E, para encerrar, "Save the Sea", do húngaro Frigyes Hidas. Trata-se de uma sinfonia em cinco movimentos com apelo ecológico, que busca inspiração na célebre La Mer do francês Claude Debussy.

Para o maestro Roberto Farias, essa apresentação é apenas o início de uma série de concertos que busca valorizar o potencial artístico cubatense. "No decorrer do ano, queremos trazer maestros, compositores e instrumentistas que tiveram a sua origem musical aqui na cidade e que hoje brilham nos mais diversos organismos musicais brasileiros e internacionais", diz.