Projeto social no Guarujá promove inclusão social

Hoje, o projeto ministra aulas gratuitas de música e dança para jovens e crianças da comunidade de Vicente de Carvalho no Guarujá, podendo atender até 150 alunos

Comentar
Compartilhar
05 ABR 201412h03

O Projeto Estaleiro Musical, lançado no dia 10 de abril de 2013 em Vicente de Carvalho no Guarujá, é um projeto cultural com cunho social aprovado pelo artigo 18 da Lei Rouanet, lei federal de incentivo fiscal.

Através da aprovação pelo Ministério da Cultura, o projeto foi patrocinados pela Santos Brasil e Grupo Comolatti e apoiado pela empresa Dudalina.

O objetivo do projeto é a inclusão social por meio da cultura em suas diversas vertentes, seja pela música, arte, dança, entre outras modalidades.

Hoje, o projeto ministra aulas gratuitas de música e dança para jovens e crianças da comunidade de Vicente de Carvalho no Guarujá, podendo atender até 150 alunos.

Há ainda uma agenda cultural ao longo do ano, que possibilita aos alunos passeios a museus, teatros, musicais, eventos, shows e espetáculos, entre outras atividades.

Desde o lançamento do projeto os alunos já puderam visitar a Sala São Paulo, assistindo a Orquestra Jovem Tom Jobim, assistiram ao Musical “No Quintal de Ozom” e à Exposição dos 50 anos da Turma da Mônica, ambos no MuBE – Museu Brasileiro da Escultura, os Musicais “Thriller Live Brasil Tour” no Credicard Hall e “Madagascar” no Ginásio do Ibirapuera, entre outras atividades.

A ideia é ampliar o projeto, tanto em número de atendidos, como no período, e principalmente no que se diz respeito aos instrumentos, pois a ideia é incluir, em um futuro próximo, instrumentos de sopros.

Objetivo do projeto é a inclusão social por meio da cultura (Foto: Divulgação)

Como resultado final, a meta é gerar inclusão social profissionalizando os alunos, tecnicamente e musicalmente, para que possam seguir em frente no mundo da música e da arte e terem maiores oportunidades no mercado de trabalho, além de se tornarem cidadãos de bem.