Coluna Social do Liberado Júnior

Confira os principais destaques da coluna desta segunda-feira, 31 de março

Comentar
Compartilhar
31 MAR 201410h34

Cleo Pires
“Atirava quando eu era criança”. A confissão veio da destemida Cleo Pires. Sincera, ela não está nem aí para a censura de ninguém. “Eu teria sido diagnosticada como bipolar, se isso existisse na época, aliás, como a maioria das pessoas.

Cleo Pires II
“E um primo mais velho, que era meu ídolo, tinha umas armas, nem sei como. A gente atirava em um sítio. Eu tinha uns 10 anos. Falar isso não é nada politicamente correto, claro. Agora estou tirando porte para praticar como esporte. Sou muito boa. Meus tiros são todos agrupados”.

Cleo Pires III
O Rômulo Arantes Neto, “companheiro dela” também está fazendo aulas, “mas sou melhor do que ele”, contou a atriz, que também gosta de facas. “Colecionava com o João [Vicente de Castro, seu ex-marido]. Quando a gente se separou, cada um ficou com as suas, mas depois disso dei um tempo. Comprei só mais uma.”

Cleo Pires IV
Uma novidade. “Parei de fumar há dois meses. Comecei muito novinha e estava chato. Estou fazendo cross fit, um treinamento Power, militar mesmo. Ficava com falta de ar.” Hum, será que essa nova fase, livre do tabaco, já é uma preparação para ser mãe? A moça riu e disse apenas… “Eu e o Rômulo conversamos muito sobre isso.”

A linda atriz Cléo Pires que sempre abala (Foto: Silvia Barreto)