X

ENTREVISTA

'Continuaremos no mesmo ritmo como se fosse o primeiro ano de mandato', garante prefeito Ademário

Em entrevista ao Diário do Litoral, o chefe do Executivo cubatense falou sobre o que espera do próximo ano de governo e explicou como será a sua relação com o Governo do presidente eleito Luís Inácio Lula da Silva

Luana Fernandes

Publicado em 22/12/2022 às 07:30

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Com obras para serem entregues ou para iniciarem, o chefe do Executivo cubatense espera sanar problemas nas vidas dos moradores / Nair Bueno/DL

Um parque repleto de luzes. Assim é possível encontrar o Parque Anilinas, tradicional cartão postal de Cubatão. As decorações de Natal parecem refletir o sentimento de esperança do prefeito Ademário Oliveira (PMDB) para os próximos anos de governo na Cidade. Com obras para serem entregues ou para iniciarem, o chefe do Executivo cubatense espera sanar problemas nas vidas dos moradores com a entrega do Ambulatório Médico de Especialidades (AME), por exemplo, e também acredita que terá uma boa relação com Estado e União para pleitear benefícios para a Município. Confira mais detalhes na conversa que o Diário do Litoral teve com o prefeito de Cubatão:

Diário do Litoral - Qual balanço que o prefeito Ademário faz para o ano de 2022?

Ademário Oliveira - Um ano muito positivo em todos os aspectos, mesmo ainda enfrentando uma pandemia que ainda não chegou ao seu final. Mas nós temos uma perspectiva muito boa: são 48 obras em andamento, a entrega de obras importantes para a cidade como o Pier (Jardim Casqueiro), obras de mobilidade urbana ali no Casqueiro como o elevado e a integralização com aquele complexo viário, obra de macrodrenagem na Ilha Caraguatá e na Vila Natal. Estamos atuando fortemente para atender todos os anseios da sociedade, mediante a todas as dificuldades, nós estamos satisfeitos com os resultados.

DL - O que o cidadão cubatense pode esperar da Administração para o ano de 2023?

Ademário - Continuar executando as nossas obras, muito preocupados para que estas obras tenham garantia de continuidade do ponto de vista financeiro e do ponto de vista orçamentário. Fazer com que a máquina funcione para que a gente possa ter um planejamento bem estruturado, garantindo que estas obras melhorem de fato a vida das pessoas. Estamos muito otimistas para a chegada do AME, no Ambulatório Médico de Especialidades, que contribuirá e muito para que as pessoas que residem na nossa cidade não precisem se deslocar para outros centros ambulatoriais. É um ano muito positivo! Obras licitadas, não estamos falando de perspectivas de obras, estamos falando de obras licitadas, iniciadas, obras com medições efetuadas e pagas. A cidade passa por um processo de transformação enorme. E essas obras não representam só melhorias em todas as áreas como infraestrutura e mobilidade, representa também empregabilidade. Com essas obras, nós conseguimos empregar direta e indiretamente quase 3 mil pessoas, o que contribui muito para melhorar a vida do cidadão que está na ponta e tanto necessita de um emprego para melhorar a vida dos seus familiares.

DL - Quais obras ou quais mudanças serão feitas e entregues na cidade em 2023?

Ademário - O Píer do Jardim Casqueiro a gente entrega no final deste ano. Mas nós temos obras importantíssimas que serão iniciadas logo no primeiro semestre, como a urbanização da Vila dos Pescadores. Já iniciamos na Vila Esperança e até o final do primeiro semestre iniciamos na Vila dos Pescadores. A entrega do Ambulatório Médico de Especialidades (AME), ainda no primeiro semestre. E o início da reforma do Edifício Castro, que está em fase documental, mas que também está caminhando bem.

DL - O que o prefeito pode esperar do novo comando do Governo Federal e como você prevê este relacionamento entre os Executivos municipal e federal nos próximos anos?

Ademário - A gente governa para os cidadãos. As pessoas não vivem no Estado e na União. Então, obviamente que nós, como republicanos e democráticos, vamos buscar sempre o interesse da cidade acima de tudo, acima de partido, acima de ideologia. Eu não tenho nenhum problema de ter que subir até o Governo Federal dialogar e buscar benefício para a cidade de Cubatão, como também subir ao Governo do Estado, que está aqui muito mais próximo e temos boas relações, confiamos no governo do Tarcísio, para que a gente possa fazer da cidade de Cubatão um canteiro de obras e melhorar a vida de todos.

DL - Como vai ser o final de ano em Cubatão?

Ademário - Teremos um final de ano inédito e com grandes transformações. Primeiro a queima de fogos. Há quantos anos deixamos de fazer uma queima de fogos na cidade? Claro que a pandemia contribuiu para que isso não acontecesse, mas nós estamos otimistas com a entrega do Píer, com a nossa queima de fogos, com os shows que acontecerão na virada, a entrega do Parque Anilinas, a entrega de brinquedos novos, bem estruturados, importados. A gente percebe olhando nos olhos das pessoas, a felicidade de todos.

DL - Uma mensagem aos leitores do Diário do Litoral…

Ademário - Nós continuaremos trabalhando com a mesma empolgação, com a mesma dedicação, porque nós temos o entendimento claro que com Deus no comando, absolutamente nada resiste a força do trabalho. Só colhe os resultados quem trabalha. Por isso, continuaremos no mesmo ritmo como se fosse o primeiro dia do nosso primeiro ano de mandato.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Diário Mais

Mau presságio? Branqueamento de corais pode ser sinal da morte dos oceanos; entenda

Estruturas são a base do Oceano

Nacional

Não perca as contas: você sabe quantas vezes o cantor Fábio Jr. se casou?

A lista é bem extensa e pode confundir os fãs

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter