Vítimas de acidente no carnaval continuam recebendo ajuda de psicologos

Psicólogos e assistentes sociais prestaram atendimento no IML (Instituto Médico Legal) e continuam dando atenção na Santa Casa.

Comentar
Compartilhar
13 FEV 201321h07

Uma equipe técnica da prefeitura, composta por psicólogos e assistentes sociais, trabalha exclusivamente no acompanhamento de familiares e vítimas do acidente que envolveu um carro alegórico da Sangue Jovem, na área de pós-dispersão da Passarela Dráusio da Cruz.

Psicólogos e assistentes sociais prestaram atendimento no IML (Instituto Médico Legal) e continuam dando atenção na Santa Casa. Com apoio de uma unidade do Samu, o acompanhamento também foi feito nos velórios e sepultamentos das quatro vítimas fatais.

Os trabalhos são coordenados pelo vice-prefeito Eustázio Alves Pereira Filho e pela secretária de Assistência Social, Rosana Russo. Até o final da tarde de quarta (13), dois dos cinco feridos deixaram o hospital: Solange Aparecida Noronha, 53 anos, e Júlio de Carvalho Oliveira, 17. Genílson Santos, 24, Fabrício César Silva, 26, e Marcílio Róbson da Silva, 22, permanecem internados em situação estável, aguardando os resultados de exames.

Quatro pessoas morreram no acidente que envolveu um carro alegórico da Sangue Jovem (Foto: Matheus Tagé/DL)