Unidades de saúde de Santos receberão alarmes presenciais

Serão 88 alarmes presenciais que serão instalados para coibir invasões e furtos de objetos e equipamentos.

Comentar
Compartilhar
01 FEV 201323h31

As unidades básicas de saúde do município receberão 88 alarmes presenciais que serão instalados para coibir invasões e furtos de objetos e equipamentos. Segundo a Seseg (Secretria de Segurança) a prefeitura prepara a abertura de licitação para adquirir os dispositivos de segurança.

Os alarmes presenciais detectam invasão e intrusões em ambientes. O equipamento tem sensores de variação calibrados para 'sentir' a temperatura do corpo humano. “Os alarmes sensoriais identificam a presença de pessoas em um ambiente”, explica o secretário municipal de segurança Sérgio Del Bel Júnior, ao comentar que o trabalho será feito em parceira com a SMS (Secretaria de Saúde).

Mais instalações

Atualmente, o SIM (Sistema Informatizado de Monitoramento) opera com 166 câmeras. Até o final deste mês serão instaladas outras 12 unidades em diversos bairros, além de mais 500 nas escolas municipais, no segundo semestre. Todas são blindadas e de alta resolução; alcançam a distância de 600 a 800 m, giram horizontalmente a 360 graus e verticalmente a 180°.

Atualmente, o SIM (Sistema Informatizado de Monitoramento) opera com 166 câmeras (Foto: Divulgação)

Câmeras irão rastrear veículos roubados ou furtados

Outra iniciativa voltada para a segurança pública e que está em estudo é a implantação de 35 câmeras de monitoramento nas entradas e saídas da cidade. O equipamento, dotado da tecnologia OCR (Optical Character Recognition), permite que câmeras fixas façam a leitura das placas dos veículos, através do reconhecimento ótico de caracteres. O aparato ainda é capaz de identificar cor e detalhes do veículo, como adesivos, ajudando no rastreamento. “Se um veiculo, roubado ou furtado, passar pelo equipamento, em menos de um segundo ele será identificado”, acrescenta o secretário Del Bel Júnior.