Sunitas do Egito dizem esperar relacionamento melhor com novo papa

Um assessor do imã da universidade, Ahmed Al Tayyeb, informou que, assim que for determinada uma nova política no Vaticano, eles vão retomar o diálogo

Comentar
Compartilhar
14 MAR 201314h14

O principal centro de aprendizado para muçulmanos sunitas no Egito, a Universidade Al Azhar, afirmou que espera um melhor relacionamento com o Vaticano depois da escolha do papa Francisco.

Um assessor do imã da universidade, Ahmed Al Tayyeb, informou que, assim que for determinada uma nova política no Vaticano, eles vão retomar o diálogo.

As relações entre os sunitas egípcios e o Vaticano foram cortadas em 2011 depois de a Universidade Al Azhar ter acusado o papa Bento XVI de tratar o Islã de forma negativa.