EDUCAÇÃO

SP anuncia novo piso salarial de professores; adicional médio será de R$ 700

Novo valor será pago retroativamente a janeiro

DA Reportagem

Publicado em 14/02/2023 às 20:29

Atualizado em 14/02/2023 às 20:30

Comentar:

Compartilhe:

A medida ajusta os salários dos professores que recebem menos de R$ 4.420,55 pela jornada de 40 horas semanais / Divulgação

O Governo de São Paulo anunciou o reajuste dos salários dos professores da rede estadual ao novo piso nacional. A adequação foi anunciada nesta segunda-feira (13), durante evento que contou com a participação do vice-governador Felicio Ramuth e do secretário estadual da Educação, Renato Feder.

A medida ajusta os salários dos professores que recebem menos de R$ 4.420,55 pela jornada de 40 horas semanais. A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) aplicará o valor do piso nacional para docentes do antigo plano de carreira retroativamente a janeiro. O pagamento será em folha suplementar. Serão contemplados 109,5 mil docentes da rede estadual, que receberão, em média, um valor adicional de R$ 700.

Para os professores que estiverem enquadrados em faixas e níveis, cujos valores resultem inferior ao do piso nacional, será concedido abono complementar proporcional. E para os docentes que optaram pela Nova Carreira, aprovada em 2022, a remuneração inicial permanece em R$ 5 mil. A atual gestão da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo segue trabalhando para valorizar as carreiras do magistério.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Diário Mais

Litoral de SP é um dos três melhores pontos de mergulho do Brasil; veja onde e como

Atração fica a 45 km de distância da praia da cidade

Esportes

Porto de Santos pode fechar patrocínio com o Alvinegro Praiano; entenda

Valor será aplicado nas categorias de base e na equipe profissional

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter