X
Cotidiano

São Vicente ganha quatro equipamentos de saúde

Unidades ficarão na Cidade Náutica, na Praça da Imigração Japonesa

A Cidade Náutica ganha, nos próximos meses, mais quatro unidades de atendimento à saúde e que devem ampliar, ainda mais, o serviço médico oferecido à população de São Vicente. Quando todos estiverem funcionando, os núcleos municipais estarão integrados no mesmo espaço, na Praça da Imigração Japonesa.

 Pelo cronograma, já a partir de outubro, a Prefeitura de São Vicente, por meio da Secretaria de Saúde (Sesau), entrega um posto do Reabilitar, que oferecerá serviços de reabilitação nas mais diferentes áreas, como casos de pacientes acidentados ou que sofreram doenças como AVC (acidente vascular cerebral), e um Centro de Atendimento de Trauma e Ortopedia (Cato).

Em uma segunda fase, serão implantados os outros dois serviços no local: a unidade de Estratégia de Saúde da Família (ESF) Náutica e o Laboratório de DST/AIDS. Já nesta quarta-feira (12), será avaliada, junto ao Conselho Municipal de Saúde, a mudança do SAMU a outro local, para que sejam acomodados estes serviços.

“A primeira fase, que prevê a implantação do Reabilitar e do Centro de Atendimento de Trauma e Ortopedia (Cato) deve ser concluída até outubro. A segunda, por sua vez, será implantada logo após a transferência do Samu para um novo espaço”, contou a secretária de Saúde de São Vicente, a médica Vera Lúcia Vasconcelos Sarmento.

Ela explicou, ainda, que o prédio, onde serão instaladas as futuras quatro unidades de saúde, havia sido preparado, anos atrás, para receber uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Porém, no início da atual administração o local foi avaliado e percebeu-se que sua estrutura teria de ser refeita para receber a UPA.

“Diante da situação, enviamos pedido ao Ministério da Saúde, por meio de ofício, para que o espaço pudesse ganhar uma nova função, também na área médica. Nessa mesma época, o Governo Federal instituiu decreto autorizando que espaços como estes pudessem ser utilizados para outras finalidades. Em seguida, tivemos a anuência do Conselho Municipal de Saúde para levarmos para o espaço o Reabilitar e o Cato”, comentou, lembrando que para a segunda fase, o Conselho também será consultado.

Vera Lúcia também lembrou que com as quatro novas unidades, a população será beneficiada em setores essenciais. “Esta ampliação é importante, para que possamos continuar melhorando cada vez mais a saúde em São Vicente”, disse.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Santos discute queda de Carille em reunião nesta segunda

Dois PMs morrem com suspeita de febre maculosa durante curso

Vítimas eram instrutores da COPC, que teve uma fase de curso em área de mata. Casos seguem em análise pela Fiocruz

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software