Cotidiano

Santos terá duas unidades móveis do Bom Prato percorrendo a Zona Noroeste e morros

Município foi um dos oito contemplados pelo Governo do Estado com as novas unidades.

Da Reportagem

Publicado em 30/11/2023 às 12:30

Comentar:

Compartilhe:

Unidades móveis se somam as quatro fixas da cidade / Carlos Nogueira/PMS

Santos passará a contar, em breve, com duas unidades do Bom Prato Móvel, que vão atender os moradores dos morros e da Zona Noroeste. Elas vão se somar às quatro unidades fixas do restaurante popular que já funcionam na Cidade (Mercado Municipal, Morros, Vila Gilda e Zona Noroeste).

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

O Município foi um dos oito contemplados pelo Governo do Estado com as novas unidades. A entrega das chaves foi feita na segunda-feira (27) pelo governador Tarcísio Freitas ao prefeito Rogério Santos e à Secretária de Desenvolvimento Social, Audrey Kleys, em cerimônia no Palácio dos Bandeirantes, com a participação também do secretário estadual de Desenvolvimento Social, Gilberto Nascimento, deputados, entre outras autoridades.

O prefeito Rogério Santos celebrou a ampliação da parceria com o Governo do Estado. “Ganhamos agilidade e podemos alcançar quem hoje não tem condições de acessar o serviço, principalmente nos bairros da Zona Noroeste, área que concentra quase 30% da população da Cidade”, diz.

Audrey também ressalta a importância da iniciativa. “Estamos falando de garantir a segurança alimentar de uma parcela da população que hoje não chega ao Bom Prato. Isto representa um enorme avanço”.

Os novos veículos de Santos poderão também, de forma temporária, servir à cidade de São Vicente, até que a construção do seu novo restaurante Bom Prato seja concluída.

Cada unidade móvel será ligada a um restaurante Bom Prato e oferecerá 300 refeições à população em áreas de maior vulnerabilidade, cujos moradores não conseguem acessar as unidades fixas.

BOM PRATO MÓVEL

O Bom Prato Móvel tem como objetivo alcançar bolsões de vulnerabilidade a mais de 3km de uma unidade fixa e que não possuem recursos para deslocamento. Além disso, é possível atender a emergências e calamidades em qualquer local da Cidade.

A seleção dos locais leva em conta a densidade populacional, vulnerabilidade social e a distância das unidades fixas. As refeições são preparadas e embaladas nos restaurantes fixos sob supervisão de uma equipe de nutricionistas.

O transporte dos alimentos é feito em caixas ‘hotbox’ para garantir a segurança sanitária e a temperatura das refeições, e o preço unitário das refeições é de R$1, mesmo valor das refeições em todos os restaurantes do programa. Cada unidade móvel oferece 300 almoços de segunda a sexta-feira.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Diário Mais

Litoral de SP é um dos três melhores pontos de mergulho do Brasil; veja onde e como

Atração fica a 45 km de distância da praia da cidade

Esportes

Porto de Santos pode fechar patrocínio com o Alvinegro Praiano; entenda

Valor será aplicado nas categorias de base e na equipe profissional

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter