Santos ganhará Centro de Referência do Idoso

A previsão é de que o equipamento entre em operação no próximo ano.

Comentar
Compartilhar
05 FEV 201322h02

Uma parceria entre prefeitura e governo estadual vai garantir a implantação de um CRI (Centro de Referência do Idoso) em Santos. O anúncio foi feito nesta terça-feira (5), durante reunião em São Paulo, entre o prefeito Paulo Alexandre Barbosa e o secretário de Estado da Saúde, Giovanni Guido Cerri.

A previsão é de que o equipamento entre em operação no próximo ano. "Será uma unidade médico-ambulatorial de assistência com várias especialidades para pessoas com mais de 60 anos, que terá também atividades culturais, sociais e de lazer, como ginásio, salão de dança e área de convivência".

O Estado ficará responsável pela elaboração do projeto-executivo do prédio que deverá ocupar área construída de 1.500 m². "A ideia é erguer o CRI em parceria com universidades da região. Será uma unidade de referência para a Baixada Santista e nossa intenção é cadastrar 25 mil pessoas", disse Cerri. O custo total de obra deverá ficar entre R$ 5 milhões e R$ 8 milhões. Os recursos virão do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento).

Pelo acordo, a prefeitura indicará um local para a nova unidade. "O município vai se esforçar no sentido de viabilizar essa área e o Estado assumirá o custeio deste importante equipamento público de saúde. Santos é uma cidade que tem uma população nessa faixa etária (acima de 60) maior que a média nacional e nós temos o compromisso de incrementar as atividades e aprimorar os equipamentos destinados a esse setor", disse o prefeito Paulo Alexandre.

Paulo Alexandre Barbosa e o secretário de Estado da Saúde, Giovanni Guido Cerri estiveram reunidos nesta terça-feira (Foto: Divulgação)

Capacitação

Em função da grande concentração de pessoas com mais de 60 anos na cidade (80.393, segundo o IBGE), o Centro de Referência servirá também como local de treinamento e capacitação de mão de obra para cuidar de idosos.